Casa de família ou residencial estudantil

04/04/2018

 

A escolha do lugar que você irá se hospedar no seu intercâmbio é algo importantíssimo, pois é lá onde você passará pelo menos um terço do seu dia, então é necessário você estar confortável com a escolha.

 

Existem algumas coisas para se observar antes de escolher o tipo da acomodação, detalhes como localização, privacidade, alimentação, lavanderia, internet e outras coisas.

 

Os dois tipos de acomodação mais comum num intercâmbio, são a casa de família e o residencial estudantil. Dentre essas duas, não existe melhor ou pior, tudo depende do seu perfil e objetivo. Por isso é importante você saber como funciona em cada uma delas e avaliar com os seus gostos.

 

 

Casa de família

A casa de família, com certeza, será o local onde você terá mais acesso à cultura local e ao idioma. Primeiramente você tem que entender o conceito de família, uma família não é apenas aquilo que você vê em comercial de margarina ou propaganda política. Uma família pode ser tradicional com pai, mãe e filhos, mas também pode ser casal sem filhos, apenas mães com filhos, ou pais com filhos. Pode ser um casal de jovens sem filhos, podem ser um casal de avós que gostam de juventude, ou seja, a acomodação em casa de família tem esse nome, por ser um ambiente acolhedor e familiar.

 

Ás famílias tem como características estar residindo mais afastadas do centro das cidades, nos subúrbios, que são as áreas residenciais, pois além de mais barato é onde tem mais espaço para ter casas maiores e mais confortáveis. Então se escolher casa de família, saiba que poderá ter que usar o transporte publico, o que é algo normal nas grandes cidades do mundo.

 

Um ponto muito positivo da casa de família, é que normalmente já vem incluso café da manhã e as vezes a janta, então você não precisa acordar e se preocupar em ir no mercado ou na cafeteria.

 

Todas famílias são vistoriadas pela empresa que administra as acomodações ou pela própria escola, sendo assim, elas estão acostumadas e capacitadas a hospedar estrangeiros. Toda via, sempre alertamos, é você que tem que se adaptar a família e não, toda família se adaptar a ti. Eles já tem os seus próprios costumes, culturas e tradições, então você que é passageiro, abre a mente e se adapte, você aproveitará muito.

 

As famílias que lhes hospedam, não serão os seus empregados, então cabe a você deixar o seu quarto arrumado, ajudar com a louça das suas refeições e lavar a sua própria roupa. É claro que, algumas famílias podem ser mais legais e fazer essas coisas pra você, mas não é obrigação deles. Tenha bom senso e respeito com o ambiente familiar.

 

As casas podem variar de uma para outra, mas normalmente os quartos são privativos e o resto da casa são áreas compartilhadas entre os integrantes da casa. Algumas famílias podem ter cachorro, gato ou outros animais de estimação, assim como crianças pequenas. Porém, não se assuste, você pode escolher uma casa que não tenha nada disso, caso você não queira.

 

Você receberá as informações da família que ficará, de 7a 15 dias antes de embarcar, assim você poderá entrar em contato e conhecer elas antes mesmo de ir. Muitos estudantes, inclusive levam algum presente, algo apenas para agradar e quebrar o gelo inicial entre as duas partes. Pois assim como você, que pode ser tímido ou extrovertido, os membros da família também podem ser.

 

Nós temos certeza, que se você ir com a cabeça e coração abertos, a família irá se tornar parte da sua história e mesmo após voltar para o Brasil, ainda assim conversarão e serão bons amigos.

 

Mitos sobre a casa de família

 

-Casa de família não é legal para pessoas mais velhas: Mentira, as casas de família aceitam pessoas de todas idades e inclusive existem opções para casal. Existem centenas de famílias hospedeiras em cada cidade, alguma irá ter o perfil que se encaixe com você.

 

-Não quero casa de família, pois não quero ter horário para as coisas: Você não terá horário para fazer as coisas, chegar em casa ou ir dormir. Você pode levar a vida normalmente, mas é um sinal de respeito e cortesia avisar a família quando chegará tarde, pois eles podem se preocupar, vendo que você não conhece a cidade. O mais importante é avisar quando não participará das refeições. Obviamente, ninguém gosta de cozinhar e desperdiçar comida.

 

 

Residencial Estudantil

Essa é a opção que a maioria dos jovens festeiros preferem, pois é o lugar onde você terá oportunidades de ter uma vida mais agitada, vendo que todas as outras pessoas do residencial também serão estudantes que estão buscando as mesmas experiências.

 

Existem muitos tipos de residenciais estudantis, podem ser residenciais com quarto individual, duplo, tripo e até quádruplo. Podem ter quarto mistos ou apenas masculinos ou femininos. Pode ser com um quarto de casal com banheiro privativo, ou seja, existem muitas opções, você escolhe a melhor para você, mas lembre-se, quanto mais exclusivo, maior o valor do investimento.

 

A grande maioria dos residenciais estão localizados nos centros das cidades, isso é um grande diferencial na hora da contratação. Apesar de cada residencial ser diferente do outro, a semelhança entre as casas e apartamentos são grandes na maior parte do mundo.

 

Os residenciais não oferecem alimentação, mas eles disponibilizam uma cozinha que você pode usar para preparar sua refeição e guardar comida. A cozinha é compartilhada, então saiba que terá que limpar tudo que usar.

 

Lavanderia e wi-fi são oferecidos em quase todos residenciais, porém em alguns casos é necessário pagar a mais por isso. Não são em muitos casos, mas em alguns lugares as máquinas de lavar funcionam quando você coloca o valor cobrado, como nas máquinas de refrigerante. Também em alguns lugares é necessário comprar a internet, sendo assim ela é vendida por pacote, como por exemplo, 2 euros para 1 Giga. Essas regras vão depender de cada lugar, então pergunte o que está incluso antes da contratação.

 

Outra prática comum em residenciais, é a cobrança de um depósito de segurança quando você fizer o Check in, o valor vai variar de cada lugar. Esse valor de segurança é pedido como garantia caso você cause prejuízos ou não respeite as regras de convívio.

 

 

Mitos sobre residenciais estudantis:

 

Vou escolher residencial estudantil pois lá vou poder fazer muita festa: Não é permitido fazer festa dentro dos residenciais e na maioria das vezes tem regras quanto ao convite para visitas. O que acontece é que os próprios colegas de apartamento, se tornam amigos e se divertem mais dentro do residencial.

 

Vou pra residencial porque não tem regras: Impossível, todos residenciais têm regras que são assinadas como um contrato, o não respeito dessas pode acarretar perda do depósito de segurança, expulsão da acomodação sem devolução de dinheiro e até processos cíveis e criminais.

 

 

 A escolha entre casa de família ou residencial estudantil é uma parte importante no seu processo de intercâmbio, porém não existe melhor ou pior opção, apenas perfil. Na dúvida, converse com o seu consultor.