As melhores cidades para um intercâmbio na Irlanda

02/04/2018

 

    Se a intenção é achar uma lista com as melhores cidades, para morar na Irlanda, não será aqui que encontrará, pois para achar a melhor cidade para o seu intercâmbio, você terá que analisar o seu perfil e o objetivo do seu intercâmbio, só assim terá sucesso na sua escolha, ninguém pode lhe dizer onde será o melhor lugar para ir.

   Antes de organizar e planejar o seu programa, você terá que decidir o objetivo para o seu intercâmbio. Muitas pessoas estão interessadas apenas na permissão para trabalhar, sendo assim se matriculam na escola mais acessível na cidade onde dizem ter mais oportunidades. Outras pessoas, querem realmente aprender e aperfeiçoar o inglês, para estar capacitado para um curso técnico ou superior no exterior. Não existe objetivo errado nessa parte, as duas coisas são válidas.

   A Irlanda, como todo mundo já sabe, é um dos destinos que mais atrai brasileiros para estudar e trabalhar, isso pode ser algo bom ou ruim, de novo, depende do seu objetivo. Se você quer estudar e realmente aprender inglês, é sempre interessante procurar cidades e escolas onde o número de brasileiros é menor. Porém, não podemos condenar a presença dos brasileiros, pois em muitas vezes, um ajuda o outro.

   Se o seu objetivo é achar emprego rapidamente para poder se sustentar sem gastar o dinheiro do Brasil, a lógica é ir para Dublin, com certeza é onde terá mais vagas de emprego. Porém, esteja sabendo, quanto mais oportunidades de vagas, mais concorrência terá. O grande eliminador de oportunidades que os brasileiros costumam ter, é o inglês. De nada adianta ter muitas vagas abertas se o candidato não consegue responder simples perguntas em inglês, na entrevista.

   Se você tem inglês iniciante e não consegue se comunicar, eu indico prestar atenção na qualidade da escola que irá, para poder aprender rapidamente. Também, indico ir preparado financeiramente para ficar pelo menos 3 meses só estudando, pois é esse o período mínimo que as pessoas conseguem aprender a comunicação básica. Caso arranje emprego antes, ótimo, mas esteja preparado e estude. Estude na escola, estude em casa e EVITE falar português, pois se você precisa trabalhar, você precisará saber falar inglês primeiro.

   Os destinos alternativos para quem não quer ir para Dublin, são Cork e Galway, são cidades menores que Dublin, mesmo assim entre as maiores da Irlanda. A comunidade brasileira é bem menor nesses lugares, porém ainda é possível encontrar nossos compatriotas. Nessas cidades, talvez encontre menos vagas de trabalho disponível, apenas por serem menores, mas não é impossível de encontrar emprego, apenas poderá demorar um pouco mais. Achar trabalho na Irlanda é uma mistura de capacitação, sorte e principalmente vontade para procurar.

   Ainda existem cidades bem menores, como Limerick ou Bray. Essas cidades são muito boas para quem está procurando qualidade de ensino e imersão cultural e linguística, mas com certeza, terá que caminhar muito mais para encontrar alguma oportunidade de receber alguns Euros, vendo que são cidades muito calmas e com pouca densidade populacional.

 

   Para você que gosta de lista, fizemos uma, com as características de cada cidade. Não podemos dizer qual é a melhor, mas podemos listar os prós e contras, para você mesmo avaliar.

 

Dublin: A capital da Irlanda tem sido um dos destinos mais procurados por estudantes. Mesmo sendo a maior cidade do país, ela mantém todo o clima de cidade pequena, mas possui tudo que as grandes metrópoles oferecem: muitos shoppings, restaurantes, galerias de arte, lojas, parques, teatros, cafés, museus e os famosos pubs irlandeses.

Prós:

-Maior número de vagas para trabalhar.

-Maior quantidade de escolas.

 

Contras

-Maior número de brasileiros.

-Menor imersão na cultura e na língua.

 

Cork: A segunda maior cidade da Irlanda tem muito para oferecer, com ótimas escolas para estudar e também, muitas atrações para as horas livres, pois Cork conta com uma grande variedade de teatros, restaurantes, pubs e danceterias.

Cork possui 120 mil habitantes, e é famosa por conseguir combinar uma cidade cosmopolita com o clima de uma pequena cidade universitária.

 

Prós e contras: Os prós e contras nessa cidade se misturam, pois é uma cidade grande e pequena ao mesmo tempo, tem menos brasileiros, mas é possível encontrar frequentemente. Tem menos demanda de trabalho que Dublin, mas também há menos candidatos.

 

Galway: Está localizada na Costa Oeste da Irlanda e também faz parte da província de Connacht. A cidade possui uma população de cerca de 77 mil habitantes, o que a torna a terceira cidade mais populosa da Irlanda.

Uma das cidades mais charmosas do país, ela é a combinação entre desenvolvimento e história, pelas ruas medievais da cidade cruzamos com antigos irlandeses falando em gaélico e jovens do mundo todo que buscam uma combinação perfeita entre estudos, trabalho e diversão.

 

Prós:

-Maior imersão na cultura e língua.

-Menor número de Brasileiros.

 

Contras:

-Menos opções de escolas

-Menos oportunidades de trabalho

 

Bray: A cidade está localizada no noroeste do condado de Wicklow, a menos de 30 minutos de Dublin. Bray conta com cerca de 21 mil habitantes, tem estrutura de cidade pequena, mas por ficar muito próxima de Dublin, é praticamente um bairro da capital.

 

Prós:

-Maior imersão na cultura e na língua

-Menor número de Brasileiros

-Possibilidade de trabalhar em Dublin

 

Contras:

-Menos opções de escolas.

-Poucas oportunidades de trabalho dentro da cidade.

 

Limerick: Está localizada no centro-oeste da Irlanda e há cerca de 2 horas de Dublin. Além disso, a cidade possui uma localização super privilegiada, ficando próxima de quse todos os pontos turísticos do país. A cidade possui aproximadamente 53 mil habitantes.

 

Prós:

-Grande imersão na cultura e língua.

-Poucos estrangeiros na cidade.

 

Contras:

-Poucas oportunidades de trabalho

-Menos opções de escolas.

 

Indiferente da cidade que você escolher, esteja focado no seu objetivo. Sempre que falamos que tem menos oportunidades de emprego, não quer dizer que é impossível de trabalhar, apenas que você terá que procurar mais, mas nada disso é uma regra, vendo que você pode estar no lugar certo na hora certa e claro, com a capacitação certa.

 

Não deixe de fazer o seu intercâmbio por causa do medo ou das dúvidas, nos chame para que possamos lhe auxiliar e deixar tudo perfeitamente organizado com os seus objetivos.

 

Por: Guilherme De Bastiani