Por que as portas das casas são coloridas na Irlanda?

05/03/2020

Apesar de não serem exclusivas na Irlanda, as portas coloridas das casas em Dublin e outras cidades do país chamam muito a atenção dos estudantes e turistas que chegam nesses destinos. Além de embelezarem a cidade, elas têm duas lendas por trás da história delas.

A primeira lenda diz que, quando o príncipe Albert da Inglaterra faleceu em 1861, a rainha Vitoria ordenou que os moradores colocassem bandeiras pretas nas portas das casas em forma de luto. Naquela época a Irlanda do Norte ainda não era independente. Um irlandês – nunca se soube o nome – rebelde e revoltado com essa ordem, fez o oposto: durante a noite, em sinal de protesto, pintou algumas portas da vizinhança com cores diferentes. Os moradores acabaram gostando e aderiram às portas coloridas dali em diante.

Acredita-se que essa seja a história verdadeira, mas conta-se também que a atitude de pintar as portas de cores diferentes surgiu das esposas de irlandeses beberrões. De acordo com essa segunda teoria, a ideia de pintar as portas de cores diferentes teria surgido das mulheres que já estavam cansadas de buscar os maridos bêbados que acabavam batendo na porta errada. As residências praticamente iguais e muito próximas umas das outras era um agravante para a situação pós-pub e elas teriam resolvido dar um jeito nisso. Então teriam decidido pintar uma porta de cada cor para que cada um tivesse certeza de onde entrar.