Comprovação de renda

Tags: dicas

04/12/2019

Na hora de tirar seu visto de estudante, diversas questões geram dúvidas e possuem informações que se contradizem. A comprovação de renda é uma delas. Por isso, separamos as principais informações sobre comprovação de renda para os nossos principais destinos com intercâmbio de longa duração.

 

IRLANDA

 

Para estudantes que estão matriculados em cursos com duração de seis a oito meses, a comprovação deve ser de 3 mil euros. Esse valor será apresentado no dia que você agendou para emitir o visto de estudante, já na Irlanda, mas, atenção: dinheiro em espécie não pode ser apresentado nesse momento, então você tem que escolher uma das opções abaixo.

 

- Abrir conta em um banco irlandês

 

Apesar de ser a opção mais difícil atualmente, algumas escolas de inglês ainda autorizam a abertura de uma conta em um banco irlandês pelos estudantes estrangeiros. Se for o caso da sua escola, ela vai te orientar no primeiro dia sobre os procedimentos. Uma vez com a conta aberta, você deverá depositar os seus 3 mil euros e solicitar o extrato bancário. Com este documento você poderá comprovar seus 3 mil euros para a imigração.

 

- Extrato bancário

 

Você pode apresentar um extrato dos últimos 90 dias de uma conta que esteja no seu nome eque tenha sido emitido no último mês. De preferência, o extrato deve ser em inglês (converse com o seu banco) e nele deve constar o seu nome e endereço do Brasil, além da assinatura e carimbo do seu gerente. É necessário que você tenha o cartão desbloqueado desta conta com você e ele deve permitir transações internacionais para que você possa utilizá-lo na Irlanda.

 

-Extrato do cartão viagem

 

É possível a apresentação do extrato do seu cartão pré-pago, como Cartão Viagem EE. Da mesma forma que o extrato anterior, ele precisa estar em inglês e ter sido emitido no máximo 30 dias antes da data agendada para emissão do visto.

 

- Bank Draft/Postal Order

 

Caso você queira transportar esse valor em espécie até a Irlanda e não consiga abrir uma conta em um banco irlandês logo na chegada, existe a opção de comprovar o valor através de Bank Draft/Postal Order. Mas o que é isso? É um serviço que o serviço de correios irlandês presta, emitindo cheques nominais no valor solicitado. Para utilizá-lo, basta levar o seu passaporte e trocar seus 3 mil euros em espécie por esses cheques nominais. Como esses cheques têm um limite de valor, para comprovar os 3 mil euros, você precisará de 6 cheques de 500 euros. Atual,ente, casa um dos Bank Drafts tem um custo de € 3.70 por cheque, ou seja, seus 6 cheques terão um custo total de € 18.50. Tendo eles em mãos, você pode levá-los na imigração para a comprovação edepoisdisso, você poderá sacar cheque por cheque, conforme sua necessidade.

 

Vale lembrar que, em qualquer um dos casos, o valor dos 3 mil euros precisa estar completo no dia que você for tirar o visto, então sempre leve uma quantia a mais para os gastos, como alimentação, transporte, etc. que você terá na chegada.

 

NOVA ZELÂNDIA

 

A sua comprovação financeira para emissão do visto na Nova Zelândia deve ser capaz de provar que você terá pelo menos 1250 dólares neozelandeses por mês para viver no país. Essa comprovação pode ser feita com seus próprios recursos ou pode ser financiada por algum terceiro, como seus pais, por exemplo. O valor total precisa estar parado em uma conta pelo período mínimo de 90 dias, para provar que é uma quantia que está “sobrando” e irá ser utilizada pelo estudante para se manter no país. Ele também deve ter liquidez imediata, ou seja, estar disponível em conta corrente, conta poupança ou conta de investimento.Será o extrato dessa conta que deverá ser apresentado na hora da solicitação do visto, antes da viagem.

 

AUSTRÁLIA

 

Na Austrália, a comprovação financeira funciona de forma parecida com a Nova Zelândia. A quantia de 1755 dólares australianos por mês (para as semanas de aulas + período de férias)também precisa estar parado em uma conta pelo período mínimo de 90 dias. Da mesma forma, essa comprovação pode ser feita com seus próprios recursos ou pode ser financiada por algum terceiro. Além disso, a comprovação de renda para a Austrália também pode ser feita pelo imposto de renda, podendo somar o do pai e o da mãe, por exemplo, desde que a soma seja de 180 mil reais por ano.

 

CANADÁ

 

Para o visto do Canadá, o valor a ser comprovado por mês é de 1500 dólares canadenses e a comprovação funciona como na Nova Zelândia, pois o visto também precisa ser solicitado no Brasil, antes da viagem. Ou seja: essa comprovação pode ser feita com seus próprios recursos ou pode ser financiada por algum terceiro e o valor total precisa estar parado em uma conta pelo período mínimo de 90 dias.

 

Mesmo que o seu intercâmbio seja de curta duração em um destino que não exige visto para essa modalidade, você terá que comprovar uma quantidade por dia, para provar que você tem como se manter no país durante o período da sua estadia. Nesses casos, a forma mais prática é através do Cartão de Viagem.