Como eu faço pra dirigir em outro país?

Tags: dicas

29/11/2019

Muitas vezes temos o plano de fazer uma road trip pelo país ou continente que escolhemos como destino, mas as dúvidas sobre dirigir no exterior são tão grandes, que algumas pessoas acabam desistindo. Se esse é o seu caso, tenho uma ótima notícia: isso é mais fácil do que você imagina!

Na maioria dos países, a CNH brasileira é aceita sem nenhuma complicação! E, para que todo esse processo fique ainda mais simples, basta emitir a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

 

O que é a PID?

 

A PID nada mais é que uma tradução da CNH brasileira! Embora não seja obrigatória, pois só a CNH já seria aceita, portar a PID junto com a CNH é o mais recomendável, afinal, ela é um documento internacionalmente reconhecido, traduzido em oito idiomas (alemão, árabe, chinês, espanhol, francês, inglês, japonês e russo).

A PID pode facilitar a checagem das informações do condutor, não apenas em situações de fiscalização com agentes oficiais, mas também na hora de alugar veículos, resgatar seguros e buscar agilidade nos atendimentos em casos de acidentes. Mas atenção! Por se tratar de uma tradução, ela só tem validade quando apresentada junto com a sua habilitação.

 

Como emiti-la?

 

Para emiti-la, basta possuir uma Carteira Nacional de Habilitação válida e dirigir-se até o Centro de Formação de Condutores (CFC) de sua preferência. Ela ficará pronta em cerca e 5 dias úteis e terá a validade de até 3 anos.

 

Em quais países ela é aceita?

 

Firmada no ano de 1968, a Convenção de Viena sobre Tráfego Rodoviário é um acordo firmado entre Brasil e mais de cem países com a finalidade de adotarem regras comuns de trânsito. Ou seja, ela é aceita em todos os países que participam dessa convenção, mesmo nos nossos destinos que dirigem na mão inglesa, como Reino Unido, Irlanda, Malta, Austrália e Nova Zelândia!

Dito isso, basta alugar um carro e aproveitar ao máximo sua viagem!