Visto de Visitante de Turismo: Necessário para estudar inglês por no máximo 12 semanas, podendo estudar de 15 a 30 horas por semana. O visto poderá ser concedido com uma ou múltiplas entradas, a critério da imigração, para permanência no país por até três (03) meses em cada entrada, sujeito a critérios da imigração. O tempo de processamento do visto é de aproximadamente 15 dias úteis.

Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias, ou estude por mais de 12 semanas.

Visto de Estudante: Necessário para matriculas em curso com duração a partir de 14 semanas e com no mínimo 20 horas de aula por semana. Sugere-se aplicação do visto não menos de 60 dias da data da viagem.

Estudantes precisam comprovar disponibilidade financeira de AU$ 1652 por cada mês de estudo, através de extratos em seu nome ou de seu patrocinador. (Quem irá financiar a viagem) Após a aprovação do visto será necessário agendar exames médicos em médicos conveniados, sujeito a custos adicionais.

Cônjuges, companheiros e filhos menores de 18 anos de idade podem ser incluídos no mesmo requerimento do requerente principal e assim como os estudantes, poderão trabalhar 20 horas semanais e o conjuge poderá trabalhar horário integral. O visto de estudante poderá ser renovado diretamente na Austrália e ainda existe a possibilidade de incluir diversos cursos em um mesmo visto e obter visto para todo o período de permanência. (Pathway)

Na Austrália geralmente os alunos obtem 4 semanas de férias após o encerramento do curso e cursos com 24 semanas de duração em geral permitem 4 semanas de férias no intervalo de 12 semanas, se solicitados com antecedência e inclusos no COE enviado pela escola para fins de visto.

Vacinas

Necessário fazer vacina para febre amarela e obter certificado internacional junto a vigilância sanitária no aeroporto. A vacina tem que ser feita com mais de 10 dias antes da viagem.

 

 

Visto Turista para cursos com menos de 6 meses: Este visto poderá ser solicitado por estudantes matriculados em cursos com duração de até 24 semanas (6 meses), que não tenham a intenção de continuar estudando ou de trabalhar legalmente no Canada, ou seja, que tenham como foco principal apenas estudar e retornar ao Brasil. A partir de maio de 2017, se já tivestes visto Canadense ou se já tens visto americano válido, não mais precisará solicitar visto para permanência de até 6 meses. Importante que, na entrada a imigração irá definir o prazo de permanência, conforme a duração do curso ou a critério da imigração Canadense. Se a intenção for passear nos Estados Unidos, há necessidade de fazer visto Americano também e se não tiver visto Americano, não poderá comprar passagem que passe nos EUA. Este visto não permite trabalhar legalmente no Canada, apenas visto de estudante para cursos de nível técnico e universitário.

Visto de Estudante: Este visto poderá ser solicitado por estudantes que irão ficar no Canadá por período superior a 25 semanas (mais de 6 meses). Neste caso, a grande diferença para o outro tipo de visto e que este tipo de visto irá exigir que o estudante também faça exame médico exigido pelo serviço de imigração, principalmente com exame de raios-X do tórax em médico credenciado. Estuntes matriculados em cursos de idioma que ainda não possuem fluência para uma matricula em curso técnico/univeristário, deverão solicitar este visto e enquanto estiverem estudando o idioma não poderão trabalhar legalemente, sendo que, ao concluirem a preparação deverão renovar a extensão do visto no Canda, mediante a comprovação da matricula e aceitação para o novo curso. Estudantes matriculados em programas em colleges ou universidades, ou seja, cursos técnicos ou universitários, automaticamente poderão trabalhar legalmente no Canada, nao sendo necessario nenhum visto especial, apenas visto de estudante. Após iniciar o curso técnico / universitário é possível trabalhar legalmente até 20 horas semanais durante o período de aulas e full time durante o período de férias. A fim de comprovação financeira, sugere-se que o estudante comprove a disponibilidade de no mínimo CAD 1000 para cada mês que irá estudar no Canada. Em conta própria ou de seus patrocinadores (pais, tios, etc...)

 

 

 

Documentos Exigidos para Visto Consular

1. Passaporte com validade mínima de seis meses;
2. Passaporte anterior com visto mesmo vencido (caso tenha);
3. Passaporte(s) suporte (pais e/ou acompanhante(s) - se possuir(em) visto americano;
4. Formulário DS 160 - Faça o download do formulário
5. 01 foto 5x5 recente (menos de 6 meses), frontal, colorida, fundo branco e sem óculos (cabelos compridos atrás das orelhas);
6. Formulário I-20 ou DS 2019 para solicitantes de visto de estudante, intercâmbio, pesquisa, AU Pair, etc, obtidos junto às instituições em que o solicitante irá participar do programa pretendido;
7. NOTA : Para serem atendidos na entrevista, os participantes dos programas de estudo, intercâmbio, pesquisa, Au Pair, etc., deverão apresentar juntamente com os documentos acima, o comprovante de pagamento da taxa SEVIS (Studant and Exchange Visitor Information System);
8. Para Visto de Trabalho (H1, L1, H2, R1, O1, P1, etc), juntar Petição de Trabalho original aprovada pelo Governo Americano;

Documentação Específica

Documentos de apoio, originais, necessários para comprovação de vínculo com o Brasil

1. Se for pessoa física :

1. RG e/ou Carteira de órgão de classe e CPF;
2. Declaração de Imposto de Renda completa;
3. Carteira de Trabalho atualizada;
4. 03 últimos holerites ou equivalente;
5. Escritura de imóveis;
6. Documento de veículo em nome próprio;
7. Extrato(s) bancário(s): c/corrente, poupança, investimento, etc.;
8. Carta da empresa solicitando o visto, se o propósito da viagem for a Negócios, Treinamento, Feiras, Congressos Médicos, etc.

2. Se for pessoa jurídica (juntar aos documentos acima) :

1. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (original);
2. Contrato Social da empresa;
3. 03 últimos pró-labores ou equivalente;
4. Cópia do cartão do CNPJ;

3. Se for estudante :

1. RG e/ou Certidão de Nascimento, CPF (se tiver) e comprovante da escola que está estudando(comprovante de pagamento, declaração da escola, etc.);
2. NOTA: neste caso, deverão ser apresentados os documentos de apoio do responsável legal (pai e/ou mãe) e de quem estiver custeando a viagem.

4. Procedimento especial 

Crianças menores de 16 anos e adultos maiores de 66 anos (MPP e EPP) não precisam comparecer a entrevista consular e o processo pode ser encaminhado através do despachante

1. Passaporte atual do menor de idade (e o anterior se tiver);
2. Formulário DS 160 completamente preenchido;
3. 01 foto 5x5 recente (menos de 6 meses), frontal, colorida, fundo branco e sem óculos (cabelos compridos atrás das orelhas);
4. Prazo para concessão: aproximadamente 30 dias corridos (com excessão de feriados).

 

Visto: Não é exigido solicitar o visto no Brasil para cursos de até seis meses. Não é mais permitido estudantes de cursos de idioma trabalharem legalmente no Reino Unido. Para quem quer estudar e trabalhar precisa fazer cursos de nível superior em instituições governamentais e solicitar pré-visto no Brasil. Esta solicitação tem que ser feita em torno de 2 a 3 meses antes da data da viajem, sendo que isto permitirá que estudantes trabalhem legalmente até 10 horas por semana enquanto matriculados.
Trabalho:Para ter acesso ao trabalho, estudante deverá comprovar seu nível ingles minimo B2 para adquirir a permissão de trabalho de 10 horas semanais, quando matriculados em cursos de nível superior em escolas públicas (não gratuitas) credenciadas. No entanto, esta permissão só será dada através de comprovação por um teste, os mais comuns são: IELTS, Cambridge PET, FCE e CAE e TOEFL. Cada teste tem suas regras e pontuações. O mesmo vale para cursos técnicos, lembrando que é necessário  já sair do Brasil com o visto de estudante com permissao de trabalho. Este visto é feito geralmente no Rio de janeiro e exige que o aluno comprove também disponibilidade financeira de 1000 libras para cada mes ou no minimo 9000 libras por ano de curso. Este valor tem que estar em conta do solicitante por no minimo 30 dias na data da entrevista para solicitação do visto (Rio de Janeiro).
Documentação: Carta de confirmação de curso da escola, carta de confirmação de acomodação na Inglaterra, passagem de ida e volta, comprovação de vínculos no Brasil (estudos, trabalho, etc), passaporte, comprovação de disponibilidade financeira.

 

Informações sobre vistos

Visto de turista para permanência de até 90 dias

Na Irlanda, estudantes matriculados em cursos de inglês com duração de até 12 semanas não precisarão solicitar visto no Brasil e poderão estudar de 15 a 25 horas semanais. Este visto é obtido na entrada do país, quando o estudante deverá demonstrar o que irá fazer, onde irá ficar, se tem a passagem para retornar e dinheiro suficiente para suas despesas.

Por via de regra este visto não poderá ser renovado. Caso o estudante queira posteriormente solicitar o visto de estudante com permissão para trabalhar, precisará sair do país e entrar com matricula para curso que permita o visto de estudante e trabalho.

O Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias.

Visto de Estudante

O Visto de estudante permite que estudante estude e trabalhe por 20 horas semanais durante o período de aula e período integral durante o período de férias, desde que, suas férias sejam entre 15/12 a 15/01 ou no verão entre os meses de junho, julho, agosto e setembro. As férias representam até dois meses para alunos matriculados no programa de 25 semanas e poderão ser maiores para alunos matriculados em cursos de nível superior.

A principal condição para se obter este visto de estudante é fazer uma matricula num curso de no mínimo de 25 semanas de duração, com um mínimo de 15 horas de aula por semana, de segunda à sexta-feira, entre 9h da manhã e 5h da tarde. Além disso, ao final do curso, o estudante deve fazer um exame de proficiência para fins de controle de qualidade pelas autoridades Irlandesas, os quais possuem a função de avaliar a qualidade de ensino acadêmico da instituição e ao mesmo tempo, certificar-se que o estudante realmente foi na aula.

Este visto não será obtido no Brasil, mas sim na Irlanda. Após a chegada e início das aulas. O principal pré-requisito é o estudante comprovar a disponibilidade de EUR 3000, este dinheiro é o que o governo exige que você leve para as suas despesas, mas não necessariamente você irá gastar todo este valor. Oferecemos serviço de assessoria gratuita para obtenção do visto de estudante. Veja mais detalhes de como levar o dinheiro em nosso blog.

  • Brasileiro não precisa de visto para uma permanência de até 90 dias.
  • Turistas provenientes de países não membros da Comunidade Européia devem apresentar passaporte válido por no mínimo 6 meses, bilhete de regresso ao país de início da viagem ou bilhete para país não membro da "Zona Schengen", comprovante de estadia (voucher do hotel ou atestado de acolhimento, em caso de visita familiar). Devem também comprovar que dispõem de recursos financeiros para se manterem no país.
  • É obrigatório SEGURO DE VIAGEM INTERNACIONAL que assegure assistência médica, assistência hospitalar e repatriação.
  • É necessário Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela. 

Visto de Turismo ou negócios com permanência de até 90 dias:

Este visto não precisa ser solicitado com antecedência, será obtido na entrada do país e é necessário para estudar inglês por no máximo 12 semanas, podendo estudar de 15 a 30 horas por semana. O visto poderá ser concedido por período menor de 90 dias, a critério da imigração, bem como, permite a sua renovação na Nova Zelândia mesmo, para permanência no país por até nove (09) meses, sujeito a critérios da imigração. Importante estar preparado com documentação que será solicitada na chegada comprovando o que irá fazer, quanto tempo irá ficar, onde irá ficar e quanto dinheiro tem para isso, bem como, passagem de volta com data para não mais do que 90 dias da sua chegada.

Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias, ou estude por mais de 12 semanas.

Visto de Estudante e trabalho

Na Nova Zelândia, estudantes matriculados em cursos de inglês com no mínimo 20 horas de aula por semana, por no mínimo 14 semanas, em escolas com nível de qualidade 1, conforme avaliação do governo Neozelandês, poderão solicitar o visto de estudante com permissão para trabalhar legalmente até 20 horas semanais.

Alunos matriculados em cursos técnicos, cursos universitários e pós-graduação, aprovados pelo governo, poderão trabalhar 20 horas semanais durante o período de aula e horário integral no período de férias. Já alunos matriculados em programas de mestrado e doutorado em área de pesquisa, poderão trabalhar sem restrição alguma.

Procedimento para aplicação e solicitação do visto: Atualmente a Nova Zelândia possui um sistema de solicitação de visto online. O estudante poderá fazer o processo por conta, mas considerando que é necessária tradução de documentos, bem como, para evitar erros que possam comprometer o processo, oferecemos serviço de aplicação de visto gratuita.

O processo deverá ser iniciado com antecedência aproximadamente 60 dias da data de início do curso e no processo já deverá ser incluso o recibo de pagamento do curso.

Visto de Trabalho e imigração

Além de poderem trabalhar legalmente durante o período de estudo, estudantes de cursos de nível superior, após graduados poderão trabalhar legalmente por mais 1 ano (open work visa) para buscar trabalho formal em sua área de formação. Obtendo trabalho e havendo interesse do seu empregador, poderá solicitar visto de trabalho ligado a este empregador por mais dois anos, podendo ser renovado. Após 4 anos de experiência profissional, poderá então solicitar visto de residência e posteriormente partir para a imigração.

Tudo isso é controlado num sistema de pontos e os cursos de nível técnico e superior são a melhor maneira de se obter um diploma válido na NZ e até mesmo validar o diploma obtido no Brasil e ao mesmo tempo obter pontos para se credenciar à imigração. Além dos cursos contam também a idade, o nível de inglês, a experiência profissional, entre outros. Maiores detalhes

Alguns cursos de nível superior, no caso das pós-graduações (nível 8) em diante, permitem que o estudante leve a família e o cônjuge poderá trabalhar legalmente horário integral, além disso, filhos menores de 24 anos terão direito a escolas públicas e saúde gratuitamente.

Contamos com assessoria de immigration adviser em Auckland, para os processos de solicitação de visto para imigração futura, se for teu interesse.

Maiores Detalhes sobre o sistema de visto e quanto precisa comprovar:

 

Brasileiros que irão permanecer até 90 dias, não necessitam de visto. Seja para turismo, estudos ou negócios.

Necessário ter o passaporte com validade um mês da data de retorno ao Brasil e ter pelo menos uma página inteira em branco.

É necessário apresentar o CIV ( Certificado Internacional da Vacina) contra febre amarela, que deve ser tomada pelo menos 10 dias antes do embarque.

Estudantes que irão permanecer acima de 90 dias, deverão solicitar visto de estudante obrigatóriamente.

DOCUMENTAÇÃO PARA VISTO DE ESTUDANTE


•  Formulário (BI-1738)devidamente preenchido e assinado.
•  Duas fotos de tamanho 3X4 recentes. Não precisam ser datadas.
•  Passaporte com validade de no mínimo 6 meses a partir da data de saída da África do Sul Se tiver passaportes anteriores, também apresentá-los.
•  IMPORTANTE Para menores de 21 anos é necessária autorização para menor viajando desacompanhado com firma reconhecida das assinaturas dos pais. Caso não tenha um modelo, faça uma solicitação que o enviaremos.
•  Comprovante de sua escola no Brasil (conclusão ou freqüência); Cópias de diplomas e certificados anteriores e relevantes se houver. Se estudar inglês no Brasil, incluir comprovante.
•  Carta Original do empregador comprovando vínculos (caso esteja empregado) ou autorizando para férias ou licença.
•  Caso seja empregador/empresário: Cópia do Contrato social.
•  Carta de aceitação da escola na África do Sul. Importante que contenha logo da escola e endereço.
•  Comprovante de vacina contra febre amarela.
•  Se casado, enviar certidão de casamento.
•  Certidão de antecedentes criminais: Uma certidão de antecedentes. Esta certidão não deverá ter sido emitida por mais de 6 meses. Atestado Médico. O medico deverá ler e assinar e carimbar os formulários: BI-806 e BI-811
•  Prova de cobertura médica em território da África do Sul (seguro saúde).
Documentação Financeira do requerente e/ou do suporte financeiro
•  Carta de responsabilidade financeira com firma reconhecida da assinatura.
•  Prova de que você possui recursos disponíveis e suficientes para se manter na África do Sul
•  Último imposto de renda com o recibo de entrega + os três últimos holerites e/ou contrato social + extratos bancários (importante apresentar alguma poupança ou investimento). É importante apresentar poupança, investimento ou qualquer tipo de aplicação mesmo se já demonstrada no Imposto de Renda (holerites e extratos).

 O tempo de análise do visto pode chegar até 8 semanas, então programe-se com antecedência.

Nossos estudantes tem toda a assessoria necessária para obtensão de visto.

Para maior tranquilidade, entre em contato com nossos consultores e tire todas as suas dúvidas.

Visto de Visitante de Turismo: Necessário para estudar inglês por no máximo 12 semanas, podendo estudar de 15 a 30 horas por semana. O visto poderá ser concedido com uma ou múltiplas entradas, a critério da imigração, para permanência no país por até três (03) meses em cada entrada, sujeito a critérios da imigração. O tempo de processamento do visto é de aproximadamente 15 dias úteis.

Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias, ou estude por mais de 12 semanas.

Visto de Estudante: Necessário para matriculas em curso com duração a partir de 14 semanas e com no mínimo 20 horas de aula por semana. Sugere-se aplicação do visto não menos de 60 dias da data da viagem.

Estudantes precisam comprovar disponibilidade financeira de AU$ 1652 por cada mês de estudo, através de extratos em seu nome ou de seu patrocinador. (Quem irá financiar a viagem) Após a aprovação do visto será necessário agendar exames médicos em médicos conveniados, sujeito a custos adicionais.

Cônjuges, companheiros e filhos menores de 18 anos de idade podem ser incluídos no mesmo requerimento do requerente principal e assim como os estudantes, poderão trabalhar 20 horas semanais e o conjuge poderá trabalhar horário integral. O visto de estudante poderá ser renovado diretamente na Austrália e ainda existe a possibilidade de incluir diversos cursos em um mesmo visto e obter visto para todo o período de permanência. (Pathway)

Na Austrália geralmente os alunos obtem 4 semanas de férias após o encerramento do curso e cursos com 24 semanas de duração em geral permitem 4 semanas de férias no intervalo de 12 semanas, se solicitados com antecedência e inclusos no COE enviado pela escola para fins de visto.

Vacinas

Necessário fazer vacina para febre amarela e obter certificado internacional junto a vigilância sanitária no aeroporto. A vacina tem que ser feita com mais de 10 dias antes da viagem.

 

 

Visto Turista para cursos com menos de 6 meses: Este visto poderá ser solicitado por estudantes matriculados em cursos com duração de até 24 semanas (6 meses), que não tenham a intenção de continuar estudando ou de trabalhar legalmente no Canada, ou seja, que tenham como foco principal apenas estudar e retornar ao Brasil. A partir de maio de 2017, se já tivestes visto Canadense ou se já tens visto americano válido, não mais precisará solicitar visto para permanência de até 6 meses. Importante que, na entrada a imigração irá definir o prazo de permanência, conforme a duração do curso ou a critério da imigração Canadense. Se a intenção for passear nos Estados Unidos, há necessidade de fazer visto Americano também e se não tiver visto Americano, não poderá comprar passagem que passe nos EUA. Este visto não permite trabalhar legalmente no Canada, apenas visto de estudante para cursos de nível técnico e universitário.

Visto de Estudante: Este visto poderá ser solicitado por estudantes que irão ficar no Canadá por período superior a 25 semanas (mais de 6 meses). Neste caso, a grande diferença para o outro tipo de visto e que este tipo de visto irá exigir que o estudante também faça exame médico exigido pelo serviço de imigração, principalmente com exame de raios-X do tórax em médico credenciado. Estuntes matriculados em cursos de idioma que ainda não possuem fluência para uma matricula em curso técnico/univeristário, deverão solicitar este visto e enquanto estiverem estudando o idioma não poderão trabalhar legalemente, sendo que, ao concluirem a preparação deverão renovar a extensão do visto no Canda, mediante a comprovação da matricula e aceitação para o novo curso. Estudantes matriculados em programas em colleges ou universidades, ou seja, cursos técnicos ou universitários, automaticamente poderão trabalhar legalmente no Canada, nao sendo necessario nenhum visto especial, apenas visto de estudante. Após iniciar o curso técnico / universitário é possível trabalhar legalmente até 20 horas semanais durante o período de aulas e full time durante o período de férias. A fim de comprovação financeira, sugere-se que o estudante comprove a disponibilidade de no mínimo CAD 1000 para cada mês que irá estudar no Canada. Em conta própria ou de seus patrocinadores (pais, tios, etc...)

 

 

 

Documentos Exigidos para Visto Consular

1. Passaporte com validade mínima de seis meses;
2. Passaporte anterior com visto mesmo vencido (caso tenha);
3. Passaporte(s) suporte (pais e/ou acompanhante(s) - se possuir(em) visto americano;
4. Formulário DS 160 - Faça o download do formulário
5. 01 foto 5x5 recente (menos de 6 meses), frontal, colorida, fundo branco e sem óculos (cabelos compridos atrás das orelhas);
6. Formulário I-20 ou DS 2019 para solicitantes de visto de estudante, intercâmbio, pesquisa, AU Pair, etc, obtidos junto às instituições em que o solicitante irá participar do programa pretendido;
7. NOTA : Para serem atendidos na entrevista, os participantes dos programas de estudo, intercâmbio, pesquisa, Au Pair, etc., deverão apresentar juntamente com os documentos acima, o comprovante de pagamento da taxa SEVIS (Studant and Exchange Visitor Information System);
8. Para Visto de Trabalho (H1, L1, H2, R1, O1, P1, etc), juntar Petição de Trabalho original aprovada pelo Governo Americano;

Documentação Específica

Documentos de apoio, originais, necessários para comprovação de vínculo com o Brasil

1. Se for pessoa física :

1. RG e/ou Carteira de órgão de classe e CPF;
2. Declaração de Imposto de Renda completa;
3. Carteira de Trabalho atualizada;
4. 03 últimos holerites ou equivalente;
5. Escritura de imóveis;
6. Documento de veículo em nome próprio;
7. Extrato(s) bancário(s): c/corrente, poupança, investimento, etc.;
8. Carta da empresa solicitando o visto, se o propósito da viagem for a Negócios, Treinamento, Feiras, Congressos Médicos, etc.

2. Se for pessoa jurídica (juntar aos documentos acima) :

1. Declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (original);
2. Contrato Social da empresa;
3. 03 últimos pró-labores ou equivalente;
4. Cópia do cartão do CNPJ;

3. Se for estudante :

1. RG e/ou Certidão de Nascimento, CPF (se tiver) e comprovante da escola que está estudando(comprovante de pagamento, declaração da escola, etc.);
2. NOTA: neste caso, deverão ser apresentados os documentos de apoio do responsável legal (pai e/ou mãe) e de quem estiver custeando a viagem.

4. Procedimento especial 

Crianças menores de 16 anos e adultos maiores de 66 anos (MPP e EPP) não precisam comparecer a entrevista consular e o processo pode ser encaminhado através do despachante

1. Passaporte atual do menor de idade (e o anterior se tiver);
2. Formulário DS 160 completamente preenchido;
3. 01 foto 5x5 recente (menos de 6 meses), frontal, colorida, fundo branco e sem óculos (cabelos compridos atrás das orelhas);
4. Prazo para concessão: aproximadamente 30 dias corridos (com excessão de feriados).

 

Visto: Não é exigido solicitar o visto no Brasil para cursos de até seis meses. Não é mais permitido estudantes de cursos de idioma trabalharem legalmente no Reino Unido. Para quem quer estudar e trabalhar precisa fazer cursos de nível superior em instituições governamentais e solicitar pré-visto no Brasil. Esta solicitação tem que ser feita em torno de 2 a 3 meses antes da data da viajem, sendo que isto permitirá que estudantes trabalhem legalmente até 10 horas por semana enquanto matriculados.
Trabalho:Para ter acesso ao trabalho, estudante deverá comprovar seu nível ingles minimo B2 para adquirir a permissão de trabalho de 10 horas semanais, quando matriculados em cursos de nível superior em escolas públicas (não gratuitas) credenciadas. No entanto, esta permissão só será dada através de comprovação por um teste, os mais comuns são: IELTS, Cambridge PET, FCE e CAE e TOEFL. Cada teste tem suas regras e pontuações. O mesmo vale para cursos técnicos, lembrando que é necessário  já sair do Brasil com o visto de estudante com permissao de trabalho. Este visto é feito geralmente no Rio de janeiro e exige que o aluno comprove também disponibilidade financeira de 1000 libras para cada mes ou no minimo 9000 libras por ano de curso. Este valor tem que estar em conta do solicitante por no minimo 30 dias na data da entrevista para solicitação do visto (Rio de Janeiro).
Documentação: Carta de confirmação de curso da escola, carta de confirmação de acomodação na Inglaterra, passagem de ida e volta, comprovação de vínculos no Brasil (estudos, trabalho, etc), passaporte, comprovação de disponibilidade financeira.

 

Informações sobre vistos

Visto de turista para permanência de até 90 dias

Na Irlanda, estudantes matriculados em cursos de inglês com duração de até 12 semanas não precisarão solicitar visto no Brasil e poderão estudar de 15 a 25 horas semanais. Este visto é obtido na entrada do país, quando o estudante deverá demonstrar o que irá fazer, onde irá ficar, se tem a passagem para retornar e dinheiro suficiente para suas despesas.

Por via de regra este visto não poderá ser renovado. Caso o estudante queira posteriormente solicitar o visto de estudante com permissão para trabalhar, precisará sair do país e entrar com matricula para curso que permita o visto de estudante e trabalho.

O Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias.

Visto de Estudante

O Visto de estudante permite que estudante estude e trabalhe por 20 horas semanais durante o período de aula e período integral durante o período de férias, desde que, suas férias sejam entre 15/12 a 15/01 ou no verão entre os meses de junho, julho, agosto e setembro. As férias representam até dois meses para alunos matriculados no programa de 25 semanas e poderão ser maiores para alunos matriculados em cursos de nível superior.

A principal condição para se obter este visto de estudante é fazer uma matricula num curso de no mínimo de 25 semanas de duração, com um mínimo de 15 horas de aula por semana, de segunda à sexta-feira, entre 9h da manhã e 5h da tarde. Além disso, ao final do curso, o estudante deve fazer um exame de proficiência para fins de controle de qualidade pelas autoridades Irlandesas, os quais possuem a função de avaliar a qualidade de ensino acadêmico da instituição e ao mesmo tempo, certificar-se que o estudante realmente foi na aula.

Este visto não será obtido no Brasil, mas sim na Irlanda. Após a chegada e início das aulas. O principal pré-requisito é o estudante comprovar a disponibilidade de EUR 3000, este dinheiro é o que o governo exige que você leve para as suas despesas, mas não necessariamente você irá gastar todo este valor. Oferecemos serviço de assessoria gratuita para obtenção do visto de estudante. Veja mais detalhes de como levar o dinheiro em nosso blog.

  • Brasileiro não precisa de visto para uma permanência de até 90 dias.
  • Turistas provenientes de países não membros da Comunidade Européia devem apresentar passaporte válido por no mínimo 6 meses, bilhete de regresso ao país de início da viagem ou bilhete para país não membro da "Zona Schengen", comprovante de estadia (voucher do hotel ou atestado de acolhimento, em caso de visita familiar). Devem também comprovar que dispõem de recursos financeiros para se manterem no país.
  • É obrigatório SEGURO DE VIAGEM INTERNACIONAL que assegure assistência médica, assistência hospitalar e repatriação.
  • É necessário Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela. 

Visto de Turismo ou negócios com permanência de até 90 dias:

Este visto não precisa ser solicitado com antecedência, será obtido na entrada do país e é necessário para estudar inglês por no máximo 12 semanas, podendo estudar de 15 a 30 horas por semana. O visto poderá ser concedido por período menor de 90 dias, a critério da imigração, bem como, permite a sua renovação na Nova Zelândia mesmo, para permanência no país por até nove (09) meses, sujeito a critérios da imigração. Importante estar preparado com documentação que será solicitada na chegada comprovando o que irá fazer, quanto tempo irá ficar, onde irá ficar e quanto dinheiro tem para isso, bem como, passagem de volta com data para não mais do que 90 dias da sua chegada.

Visto de Turismo NÃO permite que o requerente trabalhe, em quaisquer circunstâncias, ou estude por mais de 12 semanas.

Visto de Estudante e trabalho

Na Nova Zelândia, estudantes matriculados em cursos de inglês com no mínimo 20 horas de aula por semana, por no mínimo 14 semanas, em escolas com nível de qualidade 1, conforme avaliação do governo Neozelandês, poderão solicitar o visto de estudante com permissão para trabalhar legalmente até 20 horas semanais.

Alunos matriculados em cursos técnicos, cursos universitários e pós-graduação, aprovados pelo governo, poderão trabalhar 20 horas semanais durante o período de aula e horário integral no período de férias. Já alunos matriculados em programas de mestrado e doutorado em área de pesquisa, poderão trabalhar sem restrição alguma.

Procedimento para aplicação e solicitação do visto: Atualmente a Nova Zelândia possui um sistema de solicitação de visto online. O estudante poderá fazer o processo por conta, mas considerando que é necessária tradução de documentos, bem como, para evitar erros que possam comprometer o processo, oferecemos serviço de aplicação de visto gratuita.

O processo deverá ser iniciado com antecedência aproximadamente 60 dias da data de início do curso e no processo já deverá ser incluso o recibo de pagamento do curso.

Visto de Trabalho e imigração

Além de poderem trabalhar legalmente durante o período de estudo, estudantes de cursos de nível superior, após graduados poderão trabalhar legalmente por mais 1 ano (open work visa) para buscar trabalho formal em sua área de formação. Obtendo trabalho e havendo interesse do seu empregador, poderá solicitar visto de trabalho ligado a este empregador por mais dois anos, podendo ser renovado. Após 4 anos de experiência profissional, poderá então solicitar visto de residência e posteriormente partir para a imigração.

Tudo isso é controlado num sistema de pontos e os cursos de nível técnico e superior são a melhor maneira de se obter um diploma válido na NZ e até mesmo validar o diploma obtido no Brasil e ao mesmo tempo obter pontos para se credenciar à imigração. Além dos cursos contam também a idade, o nível de inglês, a experiência profissional, entre outros. Maiores detalhes

Alguns cursos de nível superior, no caso das pós-graduações (nível 8) em diante, permitem que o estudante leve a família e o cônjuge poderá trabalhar legalmente horário integral, além disso, filhos menores de 24 anos terão direito a escolas públicas e saúde gratuitamente.

Contamos com assessoria de immigration adviser em Auckland, para os processos de solicitação de visto para imigração futura, se for teu interesse.

Maiores Detalhes sobre o sistema de visto e quanto precisa comprovar:

 

Receber promoções por e-mail


Política de privacidade