Malta pertence ao time de países autenticamente bilíngues e, ao andar pelas ruas de suas cidades, será difícil encontrar alguém que não fale inglês. A proximidade histórica com a língua inglesa se reflete no padrão de qualidade de suas escolas, tendo as mais antigas surgido no final dos anos 80. Mas foi a partir da década seguinte que o negócio se expandiu, resultando em instituições com alto grau de certificação.

Além de pagar menos pelos estudos, comparado com outros países europeus, você vai encontrar em Malta um lugar com rica gastronomia, fácil locomoção e uma região tranquila e segura para aproveitar o intercâmbio. Se você busca um lugar que fuja do padrão da cultura fria dos países de origem inglesa, seu destino é Malta. Você encontrará um ambiente familiar e com pessoas sempre prontas para te ajudar.

Foram elementos como estes que passaram a atrair turistas de diferentes localidades, como Turquia, Alemanha, Espanha e Japão, com um interesse em comum, prontas para imergir numa nova experiência.

Malta conta com uma ampla opção de hospedagem. Você pode optar por se deleitar num luxuoso hotel à beira mar, como também num hostel no coração das principais cidades do país. Porém, se você planeja ficar por mais tempo, casa de família, acomodação estudantil ou dividir uma moradia com outras pessoas são boas opções.
Ao contratar um pacote com a Estudar no Exterior, você pode escolher qual alternativa lhe satisfará mais. Como a duração média na primeira acomodação é geralmente de um mês, muitos intercambistas buscam um novo lar nesse meio tempo. Veja algumas dicas importantes de como arranjar um lar pelas terras de Malta.



Casa de Família

Ficar numa casa de família lhe proporcionará uma imersão completa na cultura do país para o qual você está indo. O contato com a língua inglesa será frequente, os familiares poderão lhe ajudar na correção de pronúncias e na sugestão de novas expressões. De quebra você poderá saborear a gastronomia do cotidiano familiar e provavelmente orientações e dicas das cidades.



Acomodação Estudantil

Geralmente localizada perto das escolas, é uma opção que oferece um pouco mais de liberdade aos intercambistas. Os quartos são compartilhados com outros estudantes que vem até o país com objetivos semelhantes: aprender um novo idioma.

Uma vantagem dessas acomodações é o contato com pessoas de diferentes nacionalidades logo nos primeiros dias. Esse mix logo no início do intercâmbio lhe ajudará mais em sua adaptação, permitirá fazer amigos de vários lugares e, até mesmo, se familiarizar com sotaques de diversas partes do mundo.



Alugar Apartamento

Melhor opção, a longo prazo, para quem deseja ficar no país é alugar um apartamento que lhe trará muitas responsabilidades, mas também sua independência. Muitas pessoas que fazem intercâmbio acabam por dividir um apartamento ou casa com outras, e vários anúncios podem ser encontrados em grupos do Facebook como Rent Property Malta Accommodation E House Or Flat To Rent ou Share Or To Sell In Malta. O valor vai depender da localização e quantas pessoas vão morar na propriedade. É importante ter em mente que o ambiente será compartilhado, logo, as funções da moradia também serão, como exemplo a limpeza dos cômodos.



Hostel

São lugares com hospedagens econômicas e quartos compartilhados, com capacidade de, geralmente, 04 até 12 pessoas, dependendo do lugar. De início a ideia de dividir um quarto com desconhecidos pode soar estranha e causar certo receio, mas não se preocupe tanto assim! Muitos dos que se hospedam em hostels buscam apenas um lugar para dormir durante a noite e aproveitar seu passeio. Mas se ainda pintar aquela incerteza, você pode reservar um quarto que tenha armário e cadeado, para poder deixar suas coisas e passear sem maiores preocupações.

Você encontra hostels há menos de um quilômetro do centro de Sliema por 15 euros e dificilmente o valor vá ultrapassar os 20 euros. Em St. Juliens o cenário não é diferente, poderá encontrar acomodações a partir de 14 euros. Uma dica é ficar ligado se o lugar tem boa localização e oferece café da manhã e wi-fi grátis. Às vezes vale à pena pagar um pouco mais e ter esses confortos à disposição.





Se você está a procura de um lugar para te receber de braços abertos para seu intercâmbio, Malta é o lugar certo. Um dos motivos é a não obrigatoriedade do visto para quem planeja ficar até 90 dias no país. Por isso, se você pretende aproveitar o que a ilha tem a oferecer de melhor, tudo o que você precisa é levar consigo:

- Seu passaporte (com validade de, no mínimo, seis meses após você entrar no país);

- Cartão de crédito internacional;

- Uma quantia média de 500 euros (valor recomendado);

- Seguro Saúde com no mínimo 30 mil Euros de franquia;

- Passagem de volta;

- Endereço do lugar em que vai se hospedar.

No caso do intercambista desejar solicitar o visto de estudante, ele deve providenciar a documentação de visto no Departamento de Cidadania e Expatriados, em Valetta (capital do país). Para isso ele precisa levar os seguintes documentos:

- Formulário padrão (CEA/20), preenchido e assinado;

- Duas fotos (tamanho passaporte);

- Carta de aceitação da escola, contendo informações do curso;

- Cópias das páginas de detalhe do passaporte;

- Meios de apoio financeiro (Transferência externas, contas no banco e etc);

- Seguro saúde (cobertura de 30 mil euros) com comprovação em inglês.

- Passagem de volta.

Uma das questões que mais pode pesar na hora de decidir para onde ir é o clima do país. Se você busca um lugar para curtir o verão regado à praia e atividades físicas ou um inverno que não te deixe preso em casa e que pode ser resolvido com um casaco, Malta é o seu lugar. Confira algumas das principais características de cada estação e saiba o que te espera por lá a qualquer época do ano.

Mês

Máxima

Mínima

média de dias de chuva

Janeiro

16ºC

13ºC

12

Fevereiro

16ºC

13ºC

12

Março

18ºC

15ºC

9

Abril

20ºC

17ºC

6

Maio

24ºC

20ºC

3

Junho

29ºC

24ºC

1

Julho

32ºC

27ºC

1

Agosto

32ºC

28ºC

1

Setembro

28ºC

25ºC

5

Outubro

25ºC

22ºC

9

Novembro

21ºC

18ºC

13

Dezembro

18ºC

15ºC

16

TRANSPORTE

Mesmo por se tratar de um país pequeno, Malta conta com uma variedade de meios de transporte igual a outros lugares. Dos serviços oferecidos, todos eles lhe permitirão ir e vir de um lugar para outro sem problemas, lembrando-se, trata-se de uma ilha pequena e muitos trajetos podem ser feitos por meio de uma simples caminhada.

Ônibus

Malta conta com mais de 380 ônibus, mais da metade deles são novos, tendo sido postos em circulação entre 2015 e 2016. Eles circulam pelas ruas das cidades entre 5h30 e 23h, e, nas sextas-feiras e sábados há três rotas noturnas, com início às 00h30 até 04h30, tendo estas uma tarifa mais cara, de 3 euros. As passagens podem ser compradas pela internet, em postos de vendas, revendedores, máquinas de autoatendimento ou com o próprio motorista.

É possível contratar diferentes planos, conforme sua necessidade, desde opções de tickets de viagens únicas até trimestrais. Confira as opções disponíveis para os adultos nas ilhas maltesas.

- 2 horas: 1,30 euro
- 1 dia: 1,50 euro
- 7 dias: 6,50 euros
- 30 dias: 26 euros
- 90 dias: 72 euros

Tem ainda uma opção especial para estudantes, a primeira válida por 30 dias, com o custo de 21 euros e a segunda por 90 dias, 60 euros. Vale lembrar que não há limites de viagens dentro dos serviços adquiridos.

Táxi

O serviço é bem completo em Malta e seus veículos podem circular por toda ilha. Existem táxis que partem do Aeroporto Internacional disponíveis 24 horas por dia, suas tarifas são fixas e as corridas podem ser agendadas. A única restrição é que eles não pegam passageiros em paradas de ônibus, fora isso, você não encontrará problemas em conseguir uma corrida.

Há um pequeno alerta quanto ao preço: É sempre bom definir a tarifa antes de embarcar no carro, caso o motorista não use taxímetro. Outra dica importante é ficar ligado no percurso e evitar que o taxista dê voltas desnecessárias para lucrar um pouco mais. De modo geral, a tarifa de início, isto é, quando você embarcar no carro, é 10 euros, após isso são cobrados 2,20 euros por quilômetro rodado.

Carro

Alugar um carro lhe permite várias conveniências, entre elas a de se deslocar para onde e quando quiser. Mas antes de se motorizar e aventurar-se pelas estradas de Malta, é importante se informar sobre alguns procedimentos:

A idade mínima para alugar um carro é 21 anos e a máxima é 75 e o motorista deve ter a habilitação pelo menos há dois anos. É possível usar a carteira de motorista brasileira, ainda que seja aconselhável levar consigo sua Permissão Internacional para Dirigir (PID), pois se você se envolver em um acidente o documento tem informações em vários idiomas.

Os postos de combustíveis funcionam de 07:00 às 20:00 horas e não há pedágios. No país se dirige pela mão inglesa, mas não se preocupe, as estradas fora da capital são calmas e em pouco tempo você se acostuma com o novo fluxo.

COMO IR PARA OUTRAS CIDADES

A locomoção entre a capital Valeta para Sliema e St. Julian’s pode ser feita de diferentes formas, todas muito simples, e a curta distância entre elas é um grande facilitador.

Se você deseja caminhar um pouco e ainda aproveitar o passeio sem se cansar muito, a balsa é uma boa opção. Em meia hora você consegue se deslocar do centro de uma cidade para outra. E sabe o baixo custo dos ônibus? Ele também se reflete nas balsas! Existem programas de uso ilimitado de três meses que você paga 100 euros ou 175 euros para seis meses. Se não pretende viajar tanto assim pode optar por programas semanais, por 10 euros, ou diários, por 2,80.

Se você partir de Valeta e quer ir para Sliema de carro ou de ônibus não vai levar mais do que 20 minutos, pois é um trajeto curto, de seis quilômetros. Para St. Julian’s, a diferença não é tão grande, apenas 30 minutos de ônibus, oportunidade para descansar e aproveitar a paisagem.

Já do centro de Sliema para St. Julian são apenas dois quilômetros. Você encontrará ônibus com facilidade e poderá fazer o trajeto em apenas sete minutos.

Malta é um destino turístico receptivo a qualquer época do ano. Se por um lado, no verão, é perfeito para conhecer as praias do Mar Mediterrâneo que circulam o país, no inverno, a programação não deixa a desejar. Sua rica arquitetura histórica e seus cenários naturais que já foram usados em produções cinematográficas são o suficiente para agradar aos mais exigentes dos turistas no curto período de frio.

AFINAL, ONDE FICA MALTA?

Quando procuramos por algum país para uma imersão numa cultura de língua inglesa frequentemente nos deparamos com Estados Unidos, Canadá, Irlanda, Austrália ou Nova Zelândia. Mas esta pequena ilha vem ganhando espaço e se tornando destino de muitos viajantes.

Perto da região de Sicília, ao sul da Itália, Malta conta com 450 mil habitantes em apenas 316 km² de extensão, ou seja, menor do que Curitiba (PR). Mas não deixe a proximidade com a Itália te enganar, o país, além de contar com um dialeto próprio, tem o inglês como segunda língua. O domínio de um segundo idioma veio por questões históricas, quando os britânicos, último país a dominar as ilhas maltesas, se instalaram nelas.

Malta pertence ao time de países autenticamente bilíngues e, ao andar pelas ruas de suas cidades, será difícil encontrar alguém que não fale inglês. A proximidade histórica com a língua inglesa se reflete no padrão de qualidade de suas escolas, tendo as mais antigas surgido no final dos anos 80. Mas foi a partir da década seguinte que o negócio se expandiu, resultando em instituições com alto grau de certificação.

Além de pagar menos pelos estudos, comparado com outros países europeus, você vai encontrar em Malta um lugar com rica gastronomia, fácil locomoção e uma região tranquila e segura para aproveitar o intercâmbio. Se você busca um lugar que fuja do padrão da cultura fria dos países de origem inglesa, seu destino é Malta. Você encontrará um ambiente familiar e com pessoas sempre prontas para te ajudar.

Foram elementos como estes que passaram a atrair turistas de diferentes localidades, como Turquia, Alemanha, Espanha e Japão, com um interesse em comum, prontas para imergir numa nova experiência.

Malta conta com uma ampla opção de hospedagem. Você pode optar por se deleitar num luxuoso hotel à beira mar, como também num hostel no coração das principais cidades do país. Porém, se você planeja ficar por mais tempo, casa de família, acomodação estudantil ou dividir uma moradia com outras pessoas são boas opções.
Ao contratar um pacote com a Estudar no Exterior, você pode escolher qual alternativa lhe satisfará mais. Como a duração média na primeira acomodação é geralmente de um mês, muitos intercambistas buscam um novo lar nesse meio tempo. Veja algumas dicas importantes de como arranjar um lar pelas terras de Malta.



Casa de Família

Ficar numa casa de família lhe proporcionará uma imersão completa na cultura do país para o qual você está indo. O contato com a língua inglesa será frequente, os familiares poderão lhe ajudar na correção de pronúncias e na sugestão de novas expressões. De quebra você poderá saborear a gastronomia do cotidiano familiar e provavelmente orientações e dicas das cidades.



Acomodação Estudantil

Geralmente localizada perto das escolas, é uma opção que oferece um pouco mais de liberdade aos intercambistas. Os quartos são compartilhados com outros estudantes que vem até o país com objetivos semelhantes: aprender um novo idioma.

Uma vantagem dessas acomodações é o contato com pessoas de diferentes nacionalidades logo nos primeiros dias. Esse mix logo no início do intercâmbio lhe ajudará mais em sua adaptação, permitirá fazer amigos de vários lugares e, até mesmo, se familiarizar com sotaques de diversas partes do mundo.



Alugar Apartamento

Melhor opção, a longo prazo, para quem deseja ficar no país é alugar um apartamento que lhe trará muitas responsabilidades, mas também sua independência. Muitas pessoas que fazem intercâmbio acabam por dividir um apartamento ou casa com outras, e vários anúncios podem ser encontrados em grupos do Facebook como Rent Property Malta Accommodation E House Or Flat To Rent ou Share Or To Sell In Malta. O valor vai depender da localização e quantas pessoas vão morar na propriedade. É importante ter em mente que o ambiente será compartilhado, logo, as funções da moradia também serão, como exemplo a limpeza dos cômodos.



Hostel

São lugares com hospedagens econômicas e quartos compartilhados, com capacidade de, geralmente, 04 até 12 pessoas, dependendo do lugar. De início a ideia de dividir um quarto com desconhecidos pode soar estranha e causar certo receio, mas não se preocupe tanto assim! Muitos dos que se hospedam em hostels buscam apenas um lugar para dormir durante a noite e aproveitar seu passeio. Mas se ainda pintar aquela incerteza, você pode reservar um quarto que tenha armário e cadeado, para poder deixar suas coisas e passear sem maiores preocupações.

Você encontra hostels há menos de um quilômetro do centro de Sliema por 15 euros e dificilmente o valor vá ultrapassar os 20 euros. Em St. Juliens o cenário não é diferente, poderá encontrar acomodações a partir de 14 euros. Uma dica é ficar ligado se o lugar tem boa localização e oferece café da manhã e wi-fi grátis. Às vezes vale à pena pagar um pouco mais e ter esses confortos à disposição.





Se você está a procura de um lugar para te receber de braços abertos para seu intercâmbio, Malta é o lugar certo. Um dos motivos é a não obrigatoriedade do visto para quem planeja ficar até 90 dias no país. Por isso, se você pretende aproveitar o que a ilha tem a oferecer de melhor, tudo o que você precisa é levar consigo:

- Seu passaporte (com validade de, no mínimo, seis meses após você entrar no país);

- Cartão de crédito internacional;

- Uma quantia média de 500 euros (valor recomendado);

- Seguro Saúde com no mínimo 30 mil Euros de franquia;

- Passagem de volta;

- Endereço do lugar em que vai se hospedar.

No caso do intercambista desejar solicitar o visto de estudante, ele deve providenciar a documentação de visto no Departamento de Cidadania e Expatriados, em Valetta (capital do país). Para isso ele precisa levar os seguintes documentos:

- Formulário padrão (CEA/20), preenchido e assinado;

- Duas fotos (tamanho passaporte);

- Carta de aceitação da escola, contendo informações do curso;

- Cópias das páginas de detalhe do passaporte;

- Meios de apoio financeiro (Transferência externas, contas no banco e etc);

- Seguro saúde (cobertura de 30 mil euros) com comprovação em inglês.

- Passagem de volta.

Uma das questões que mais pode pesar na hora de decidir para onde ir é o clima do país. Se você busca um lugar para curtir o verão regado à praia e atividades físicas ou um inverno que não te deixe preso em casa e que pode ser resolvido com um casaco, Malta é o seu lugar. Confira algumas das principais características de cada estação e saiba o que te espera por lá a qualquer época do ano.

Mês

Máxima

Mínima

média de dias de chuva

Janeiro

16ºC

13ºC

12

Fevereiro

16ºC

13ºC

12

Março

18ºC

15ºC

9

Abril

20ºC

17ºC

6

Maio

24ºC

20ºC

3

Junho

29ºC

24ºC

1

Julho

32ºC

27ºC

1

Agosto

32ºC

28ºC

1

Setembro

28ºC

25ºC

5

Outubro

25ºC

22ºC

9

Novembro

21ºC

18ºC

13

Dezembro

18ºC

15ºC

16

TRANSPORTE

Mesmo por se tratar de um país pequeno, Malta conta com uma variedade de meios de transporte igual a outros lugares. Dos serviços oferecidos, todos eles lhe permitirão ir e vir de um lugar para outro sem problemas, lembrando-se, trata-se de uma ilha pequena e muitos trajetos podem ser feitos por meio de uma simples caminhada.

Ônibus

Malta conta com mais de 380 ônibus, mais da metade deles são novos, tendo sido postos em circulação entre 2015 e 2016. Eles circulam pelas ruas das cidades entre 5h30 e 23h, e, nas sextas-feiras e sábados há três rotas noturnas, com início às 00h30 até 04h30, tendo estas uma tarifa mais cara, de 3 euros. As passagens podem ser compradas pela internet, em postos de vendas, revendedores, máquinas de autoatendimento ou com o próprio motorista.

É possível contratar diferentes planos, conforme sua necessidade, desde opções de tickets de viagens únicas até trimestrais. Confira as opções disponíveis para os adultos nas ilhas maltesas.

- 2 horas: 1,30 euro
- 1 dia: 1,50 euro
- 7 dias: 6,50 euros
- 30 dias: 26 euros
- 90 dias: 72 euros

Tem ainda uma opção especial para estudantes, a primeira válida por 30 dias, com o custo de 21 euros e a segunda por 90 dias, 60 euros. Vale lembrar que não há limites de viagens dentro dos serviços adquiridos.

Táxi

O serviço é bem completo em Malta e seus veículos podem circular por toda ilha. Existem táxis que partem do Aeroporto Internacional disponíveis 24 horas por dia, suas tarifas são fixas e as corridas podem ser agendadas. A única restrição é que eles não pegam passageiros em paradas de ônibus, fora isso, você não encontrará problemas em conseguir uma corrida.

Há um pequeno alerta quanto ao preço: É sempre bom definir a tarifa antes de embarcar no carro, caso o motorista não use taxímetro. Outra dica importante é ficar ligado no percurso e evitar que o taxista dê voltas desnecessárias para lucrar um pouco mais. De modo geral, a tarifa de início, isto é, quando você embarcar no carro, é 10 euros, após isso são cobrados 2,20 euros por quilômetro rodado.

Carro

Alugar um carro lhe permite várias conveniências, entre elas a de se deslocar para onde e quando quiser. Mas antes de se motorizar e aventurar-se pelas estradas de Malta, é importante se informar sobre alguns procedimentos:

A idade mínima para alugar um carro é 21 anos e a máxima é 75 e o motorista deve ter a habilitação pelo menos há dois anos. É possível usar a carteira de motorista brasileira, ainda que seja aconselhável levar consigo sua Permissão Internacional para Dirigir (PID), pois se você se envolver em um acidente o documento tem informações em vários idiomas.

Os postos de combustíveis funcionam de 07:00 às 20:00 horas e não há pedágios. No país se dirige pela mão inglesa, mas não se preocupe, as estradas fora da capital são calmas e em pouco tempo você se acostuma com o novo fluxo.

COMO IR PARA OUTRAS CIDADES

A locomoção entre a capital Valeta para Sliema e St. Julian’s pode ser feita de diferentes formas, todas muito simples, e a curta distância entre elas é um grande facilitador.

Se você deseja caminhar um pouco e ainda aproveitar o passeio sem se cansar muito, a balsa é uma boa opção. Em meia hora você consegue se deslocar do centro de uma cidade para outra. E sabe o baixo custo dos ônibus? Ele também se reflete nas balsas! Existem programas de uso ilimitado de três meses que você paga 100 euros ou 175 euros para seis meses. Se não pretende viajar tanto assim pode optar por programas semanais, por 10 euros, ou diários, por 2,80.

Se você partir de Valeta e quer ir para Sliema de carro ou de ônibus não vai levar mais do que 20 minutos, pois é um trajeto curto, de seis quilômetros. Para St. Julian’s, a diferença não é tão grande, apenas 30 minutos de ônibus, oportunidade para descansar e aproveitar a paisagem.

Já do centro de Sliema para St. Julian são apenas dois quilômetros. Você encontrará ônibus com facilidade e poderá fazer o trajeto em apenas sete minutos.

Cidades

Receber promoções por e-mail


Política de privacidade
'