• Brasileiro não precisa de visto para uma permanência de até 90 dias.
  • Turistas provenientes de países não membros da Comunidade Européia devem apresentar passaporte válido por no mínimo 6 meses, bilhete de regresso ao país de início da viagem ou bilhete para país não membro da "Zona Schengen", comprovante de estadia (voucher do hotel ou atestado de acolhimento, em caso de visita familiar). Devem também comprovar que dispõem de recursos financeiros para se manterem no país.
  • É obrigatório SEGURO DE VIAGEM INTERNACIONAL que assegure assistência médica, assistência hospitalar e repatriação.
  • É necessário Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela.

Localizado em meio ao Mar Mediterrâneo, ao sul da Itália e ao norte da África, o arquipélago de Malta é um dos menores países da Europa. Com ruas estreitas, e população pequena o país-ilha acaba sendo uma das opções mais aconchegantes para os que desejam estudar no exterior. Serviu de cenário para diversos sucessos do cinema e da televisão, como por exemplo, a série Game of Thrones e os filmes O Código Da Vinci, Tróia, e Gladiador. O país é dividido por três ilhas habitadas: Gozo, Comino e Malta, as três possuem paisagens de perder o fôlego, sem dúvida alguma as maiores riquezas da República de Malta são as belezas naturais. Não estranhe se cruzar com alguma cabine telefônica vermelha como as inglesas, e ao atravessar as ruas lembre-se da mão inglesa, a influência britânica é muito forte por aqui, os ingleses povoaram as terras de Malta por mais de 150 anos.

É um dos destinos mais acessíveis e incríveis da Europa. Possui características típicas de lugares pequenos: tranquilidade, mobilidade, segurança e receptividade. Conhecer o país de norte a sul é muito fácil e se apaixonar por ele é mais possível ainda. Um país rico em cenários naturais, históricos e arquitetônicos, aprender o idioma assim fica bem mais fácil, difícil mesmo é despedir-se de Malta.

  • Brasileiro não precisa de visto para uma permanência de até 90 dias.
  • Turistas provenientes de países não membros da Comunidade Européia devem apresentar passaporte válido por no mínimo 6 meses, bilhete de regresso ao país de início da viagem ou bilhete para país não membro da "Zona Schengen", comprovante de estadia (voucher do hotel ou atestado de acolhimento, em caso de visita familiar). Devem também comprovar que dispõem de recursos financeiros para se manterem no país.
  • É obrigatório SEGURO DE VIAGEM INTERNACIONAL que assegure assistência médica, assistência hospitalar e repatriação.
  • É necessário Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela.

Cidades

Receber promoções por e-mail


Política de privacidade
'