Bray está localizada a apenas 20 quilômetros de Dublin, distante o bastante para oferecer a tranquilidade de uma cidade do interior da Irlanda, porém conectada o suficiente para importantes pontos da Ilha Esmeralda. Graças à facilidade dos meios de transportes, muitos de seus moradores viajam diariamente até a capital irlandesa, com o motivo do estudo ou do trabalho.
Uma das formas mais comuns de se deslocar até Dublin é por DART, um trem. O trajeto segue pela costa do país e abraça seus mares e montanhas; realizado em 40 minutos até a Connolly Station, localizada no centro da cidade. As viagens iniciam já nas primeiras horas do dia durante a semana, por volta de 05h40min, e seguem até 23h20min, entretanto aos finais de semana ocorrem apenas depois das nove horas da manhã. Não é possível comprar passagens pela internet, apenas com funcionários da própria estação Bray (Daly), de segunda à sexta-feira, de 07h às 10 horas, ou em uma das máquinas automáticas.
Existem cinco linhas de ônibus da empresa Dublin Bus que circulam pelas ruas da cidade, somente uma delas leva até o coração da capital. Talvez este número possa parecer baixo, mas é preciso considerar que Bray tem apenas 7,55 km².
Os ônibus não aceitam cédula de dinheiro, apenas moedas. Algumas paradas contam com máquinas automáticas, por isso é possível embarcar no coletivo já com o bilhete comprado, do contrário, o passageiro terá que pagar direto com o motorista. A empresa Dublin Bus não fornece troco, ao invés disso, emite um extrato com o valor excedente, que poderá ser ressarcido no escritório da empresa.
Para o aeroporto de Dublin há outras duas empresas que fazem o serviço direto, Bus Eireann e Aircoach. A média de preço é de €13 e os valores podem variar, conforme a antecedência com que foi efetuada a compra da passagem ou se a viagem é direta, por exemplo.  
Há uma forma muito simples de evitar desperdícios e, de sobra, economizar ainda mais: o Leap Card. Este cartão pré-pago que estimula a integração entre os diferentes meios de transportes concede descontos de até 30% nas viagens e pode ser adquirido por €5 em lojas de conveniências.

Simplicidade era uma palavra que Isambard Kingdom não conhecia. Considerado um dos maiores engenheiros de todos os tempos, foi o responsável por grandes construções, como a Ponte Pênsil de Clifton, na Inglaterra. Quando foi contratado para fazer a extensão da linha entre Dublin e Bray para Greystones, ele decidiu trocar a linha do interior para dar uma volta pelo lado de fora da Bray Head, uma colina de quase 250 metros de altura. O motivo? Proporcionar uma vista mais bonita para quem precisar fazer esse trajeto de trem.
Caminhadas podem parecer um programa pouco chamativo, principalmente quando se atravessa o oceano para conhecer culturas diferentes. Se tratando da Irlanda, onde a chuva é um fenômeno comum, deve parecer ainda menos atraente. Mas há um trecho que talvez possa mudar tuas convicções. Trata-se de uma trilha de 6,2 km em torno da Bray Head, que tem início em Bray e termina em Greystone.
O caminho surgiu na mesma época da linha do trem, em 1840, e serviu para transportar o material durante as obras. Essa trilha passa por uma área chamada Brandy Hole, uma caverna já destruída que, conforme crença, foi utilizada para contrabandistas   esconderem produtos como conhaque, chá, seda e gim vindos da França.
National Sea Life Centre é um aquário que leva seu visitante a conhecer o melhor da vida marinha. Durante o passeio as pessoas tem a oportunidade de prestigiar diferentes espécies de peixes, admirar tartarugas, polvos e pinguins e até mesmo, em alguns casos, alimentar os tubarões.  O horário de funcionamento durante a semana é de 10h às 16 horas e aos finais de semana de 10h às 18h. Os preços variam de acordo com as regalias de cada pacote, sendo possível adquirir tickets a partir de €13.
Finnbees está para Bray como Starbucks está para o mundo. Não é nenhuma surpresa quando se diz que a grande estrela do lugar é o café, são alternativas que vão do clássico expresso, americano, cappuccino ao café irlandês. O passeio vale a pena até mesmo para quem não aprecia muito a bebida, sendo a variedade um dos critérios do cardápio, há opções de chás e lanches, como tortas salgadas, sanduíches e bolos, e o melhor, com o preço justo, tendo sanduíches a partir de €1,90.

A energia elétrica na Irlanda é distribuida na tensão de 230 volts e 50HZ.

Assim como no Reino Unido, as tomadas e plugues utilizados são o tipo G.

Esqueça os padrões tradicionais das lojas de presentes. Enniskerry Village Store é uma loja que busca atrair seus fregueses através de clássicos, onde brinquedos de madeira, jogos de tabuleiro, como banco imobiliário e xadrez, dão lugar aos atuais jogos eletrônicos. Dentre os souvenires, você encontra objetos esculpidos e canecas personalizadas. Sendo a Irlanda ponto de partida para muitos intercambistas que desejam aproveitar sua parada em solo europeu para conhecer outros países, o local conta ainda com ampla variedade de mochilas e itens de viagens. Para quem busca trazer algo da Ilha Esmeralda que fuja dos presentes costumeiros, esta pequena e simpática loja pode apresentar boas opções.  
Cherry Blossom Gift Store traz em seus produtos o melhor da cultura irlandesa. São camisas e moletons com símbolos da Ilha Esmeralda ou piadas e referências a Guinness em suas estampas. Há chapéus personalizados e réplicas de placas de trânsito, chaveiros e também outros objetos do cotidiano, como relógio ou porta copos. São lembranças simples que usamos no dia a dia, mas que lhe permitirão recordar um pouco de sua experiência na Irlanda. Você vai curtir o mimo ou despertar aquela vontade em quem ainda não foi se aventurar nessa jornada.
Nem só de presentes dá para se viver durante o intercâmbio e Bray sabe muito bem disso. A pesar de estar situada perto de Dublin, a cidade conta com diversas redes de supermercado, como Tesco e Lidl. Em ambas as opções encontra-se tudo o que for necessário no que diz respeito à comida e utensílios de casa, com variedade de produtos e preço baixo. É possível comprar arroz, feijão, salada e itens para o café da manhã com poucos euros. No caso do Tesco, em especial, há muitos produtos da própria rede, inclusive refrigerante, materiais de limpeza e higiene, mais baratos que os de marcas tradicionais, e com igual qualidade, que lhe permitirá uma grande economia.

Uma das principais atrações da Irlanda são seus pubs, quanto a isso não há dúvidas. São diversas opções a cada esquina, cada uma delas buscando um diferencial para atrair ao máximo possível seus clientes. Bray é lar de um bar em especial que talvez mereça sua atenção, não por causa de sua temática ou porque sua construção é centenária, mas porque ele foi considerado “o melhor bar do mundo”.
The Harbour Bar recebeu esse título em 2010 pela Lonely Planet, considerada a maior editora de guias de viagens do mundo. A atmosfera acolhedora e o melhor da música que um pub pode oferecer foram fatores decisivos para essa conquista. Quem vai até lá tem a oportunidade de ficar em pé, na frente do palco, enquanto curte um show pertinho dos artistas, como também poderá sentar-se num sofá e prestigiar a apresentação sossegado.
Apresentações são parte de sua rotina, tanto que não é raro encontrar mais de um show no mesmo dia. Como um bom pub, na maioria das vezes não será cobrada entrada no local, excetuando quando houver algum convidado especial, mas seu valor jamais ultrapassará €10. Outro diferencial do local é sua localização! Situado em frente ao porto de Bray, quem vai até lá tem a vista do mar, podendo contemplar a costa e admirar os veleiros ancorados.   
Bray Bowl é o clássico programa alternativo para quem quer se reunir com os amigos e trocar os tradicionais pubs por programas diferenciados. O lugar abre ao meio dia e segue até o fim da noite e garante atração para todos nesse tempo. São diversas mesas de sinuca, pistas de boliche e autoramas para garantir que ninguém fique parado enquanto espera pela sua vez de jogar. Os valores variam conforme o número de participantes em cada uma das atividades ou tempo das partidas, mas com €10 já é possível se divertir por longas horas.
Realizado na primeira segunda-feira de cada mês, Bray Arts é o programa que busca trazer uma noite cultural para os moradores da cidade através de apresentações de diferentes manifestações artísticas. É um encontro que conta com a presença de artistas locais, em que eles tem a oportunidade de mostrar ao público suas músicas, pinturas, textos e demais produções. As atividades acontecem num hotel chamado The Martello, com as portas abrindo às 20 horas.

Bray é uma cidade litorânea, com uma praia diferente de todas que você já viu, e com pontos turísticos que merecem serem visitados. Fundada em 1174, mas foi apenas em 1874, com a chegada da linha férrea à cidade, que ela começou a se destacar. Suba até o alto do Bray Head e tenha uma vista privilegiada da cidade, ou simplesmente ande pelo calçadão no fim do dia para relaxar.

Um dos atributos dessa cidade, é que dá pra fazer muitas coisas caminhando. A cidade oferece diversos festivais, e vem recebendo muitos estudantes pelo seu grande número de escolas e pelo custo de vida baixíssimo. É perfeita para quem prefere um ambiente mais tranquilo, mas perto da capital.

Informações gerais:

A cidade está localizada no noroeste do condado de Wicklow, a menos de 30 minutos de Dublin. Bray conta com cerca de 21 mil habitantes, tem estrutura de cidade pequena, mas por ficar muito próxima de Dublin, é praticamente um bairro da capital.

O clima da cidade é ameno, com temperaturas que podem chegar aos -2ºC no inverno e máximas que dificilmente passam dos 20ºC no verão. É claro que a cidade conta com a clássica garoa de Dublin em muitos dias do ano. Além disso, na Irlanda você poderá sentir todas as estações do ano em apenas um dia. Por isso esteja sempre preparado com um casaco e guarda-chuva.

O transporte da cidade de Bray possui ótimo transporte público, apesar de que tudo pode ser feito a pé na cidade. Quase todo sistema de transporte utilizado em Bray é o operado em Dublin.

Bray está localizada a apenas 20 quilômetros de Dublin, distante o bastante para oferecer a tranquilidade de uma cidade do interior da Irlanda, porém conectada o suficiente para importantes pontos da Ilha Esmeralda. Graças à facilidade dos meios de transportes, muitos de seus moradores viajam diariamente até a capital irlandesa, com o motivo do estudo ou do trabalho.
Uma das formas mais comuns de se deslocar até Dublin é por DART, um trem. O trajeto segue pela costa do país e abraça seus mares e montanhas; realizado em 40 minutos até a Connolly Station, localizada no centro da cidade. As viagens iniciam já nas primeiras horas do dia durante a semana, por volta de 05h40min, e seguem até 23h20min, entretanto aos finais de semana ocorrem apenas depois das nove horas da manhã. Não é possível comprar passagens pela internet, apenas com funcionários da própria estação Bray (Daly), de segunda à sexta-feira, de 07h às 10 horas, ou em uma das máquinas automáticas.
Existem cinco linhas de ônibus da empresa Dublin Bus que circulam pelas ruas da cidade, somente uma delas leva até o coração da capital. Talvez este número possa parecer baixo, mas é preciso considerar que Bray tem apenas 7,55 km².
Os ônibus não aceitam cédula de dinheiro, apenas moedas. Algumas paradas contam com máquinas automáticas, por isso é possível embarcar no coletivo já com o bilhete comprado, do contrário, o passageiro terá que pagar direto com o motorista. A empresa Dublin Bus não fornece troco, ao invés disso, emite um extrato com o valor excedente, que poderá ser ressarcido no escritório da empresa.
Para o aeroporto de Dublin há outras duas empresas que fazem o serviço direto, Bus Eireann e Aircoach. A média de preço é de €13 e os valores podem variar, conforme a antecedência com que foi efetuada a compra da passagem ou se a viagem é direta, por exemplo.  
Há uma forma muito simples de evitar desperdícios e, de sobra, economizar ainda mais: o Leap Card. Este cartão pré-pago que estimula a integração entre os diferentes meios de transportes concede descontos de até 30% nas viagens e pode ser adquirido por €5 em lojas de conveniências.

Simplicidade era uma palavra que Isambard Kingdom não conhecia. Considerado um dos maiores engenheiros de todos os tempos, foi o responsável por grandes construções, como a Ponte Pênsil de Clifton, na Inglaterra. Quando foi contratado para fazer a extensão da linha entre Dublin e Bray para Greystones, ele decidiu trocar a linha do interior para dar uma volta pelo lado de fora da Bray Head, uma colina de quase 250 metros de altura. O motivo? Proporcionar uma vista mais bonita para quem precisar fazer esse trajeto de trem.
Caminhadas podem parecer um programa pouco chamativo, principalmente quando se atravessa o oceano para conhecer culturas diferentes. Se tratando da Irlanda, onde a chuva é um fenômeno comum, deve parecer ainda menos atraente. Mas há um trecho que talvez possa mudar tuas convicções. Trata-se de uma trilha de 6,2 km em torno da Bray Head, que tem início em Bray e termina em Greystone.
O caminho surgiu na mesma época da linha do trem, em 1840, e serviu para transportar o material durante as obras. Essa trilha passa por uma área chamada Brandy Hole, uma caverna já destruída que, conforme crença, foi utilizada para contrabandistas   esconderem produtos como conhaque, chá, seda e gim vindos da França.
National Sea Life Centre é um aquário que leva seu visitante a conhecer o melhor da vida marinha. Durante o passeio as pessoas tem a oportunidade de prestigiar diferentes espécies de peixes, admirar tartarugas, polvos e pinguins e até mesmo, em alguns casos, alimentar os tubarões.  O horário de funcionamento durante a semana é de 10h às 16 horas e aos finais de semana de 10h às 18h. Os preços variam de acordo com as regalias de cada pacote, sendo possível adquirir tickets a partir de €13.
Finnbees está para Bray como Starbucks está para o mundo. Não é nenhuma surpresa quando se diz que a grande estrela do lugar é o café, são alternativas que vão do clássico expresso, americano, cappuccino ao café irlandês. O passeio vale a pena até mesmo para quem não aprecia muito a bebida, sendo a variedade um dos critérios do cardápio, há opções de chás e lanches, como tortas salgadas, sanduíches e bolos, e o melhor, com o preço justo, tendo sanduíches a partir de €1,90.

A energia elétrica na Irlanda é distribuida na tensão de 230 volts e 50HZ.

Assim como no Reino Unido, as tomadas e plugues utilizados são o tipo G.

Esqueça os padrões tradicionais das lojas de presentes. Enniskerry Village Store é uma loja que busca atrair seus fregueses através de clássicos, onde brinquedos de madeira, jogos de tabuleiro, como banco imobiliário e xadrez, dão lugar aos atuais jogos eletrônicos. Dentre os souvenires, você encontra objetos esculpidos e canecas personalizadas. Sendo a Irlanda ponto de partida para muitos intercambistas que desejam aproveitar sua parada em solo europeu para conhecer outros países, o local conta ainda com ampla variedade de mochilas e itens de viagens. Para quem busca trazer algo da Ilha Esmeralda que fuja dos presentes costumeiros, esta pequena e simpática loja pode apresentar boas opções.  
Cherry Blossom Gift Store traz em seus produtos o melhor da cultura irlandesa. São camisas e moletons com símbolos da Ilha Esmeralda ou piadas e referências a Guinness em suas estampas. Há chapéus personalizados e réplicas de placas de trânsito, chaveiros e também outros objetos do cotidiano, como relógio ou porta copos. São lembranças simples que usamos no dia a dia, mas que lhe permitirão recordar um pouco de sua experiência na Irlanda. Você vai curtir o mimo ou despertar aquela vontade em quem ainda não foi se aventurar nessa jornada.
Nem só de presentes dá para se viver durante o intercâmbio e Bray sabe muito bem disso. A pesar de estar situada perto de Dublin, a cidade conta com diversas redes de supermercado, como Tesco e Lidl. Em ambas as opções encontra-se tudo o que for necessário no que diz respeito à comida e utensílios de casa, com variedade de produtos e preço baixo. É possível comprar arroz, feijão, salada e itens para o café da manhã com poucos euros. No caso do Tesco, em especial, há muitos produtos da própria rede, inclusive refrigerante, materiais de limpeza e higiene, mais baratos que os de marcas tradicionais, e com igual qualidade, que lhe permitirá uma grande economia.

Uma das principais atrações da Irlanda são seus pubs, quanto a isso não há dúvidas. São diversas opções a cada esquina, cada uma delas buscando um diferencial para atrair ao máximo possível seus clientes. Bray é lar de um bar em especial que talvez mereça sua atenção, não por causa de sua temática ou porque sua construção é centenária, mas porque ele foi considerado “o melhor bar do mundo”.
The Harbour Bar recebeu esse título em 2010 pela Lonely Planet, considerada a maior editora de guias de viagens do mundo. A atmosfera acolhedora e o melhor da música que um pub pode oferecer foram fatores decisivos para essa conquista. Quem vai até lá tem a oportunidade de ficar em pé, na frente do palco, enquanto curte um show pertinho dos artistas, como também poderá sentar-se num sofá e prestigiar a apresentação sossegado.
Apresentações são parte de sua rotina, tanto que não é raro encontrar mais de um show no mesmo dia. Como um bom pub, na maioria das vezes não será cobrada entrada no local, excetuando quando houver algum convidado especial, mas seu valor jamais ultrapassará €10. Outro diferencial do local é sua localização! Situado em frente ao porto de Bray, quem vai até lá tem a vista do mar, podendo contemplar a costa e admirar os veleiros ancorados.   
Bray Bowl é o clássico programa alternativo para quem quer se reunir com os amigos e trocar os tradicionais pubs por programas diferenciados. O lugar abre ao meio dia e segue até o fim da noite e garante atração para todos nesse tempo. São diversas mesas de sinuca, pistas de boliche e autoramas para garantir que ninguém fique parado enquanto espera pela sua vez de jogar. Os valores variam conforme o número de participantes em cada uma das atividades ou tempo das partidas, mas com €10 já é possível se divertir por longas horas.
Realizado na primeira segunda-feira de cada mês, Bray Arts é o programa que busca trazer uma noite cultural para os moradores da cidade através de apresentações de diferentes manifestações artísticas. É um encontro que conta com a presença de artistas locais, em que eles tem a oportunidade de mostrar ao público suas músicas, pinturas, textos e demais produções. As atividades acontecem num hotel chamado The Martello, com as portas abrindo às 20 horas.

Hora

Temperatura

+19
°
C
H: +19°
L: +17°
Bray
Quarta-Feira, 16 Agosto
Ver Previsão de 7 Dias
Qui Sex Sáb Dom Seg Ter
+18° +15° +16° +15° +17° +17°
+14° +13° +13° +13° +15° +15°
Receber promoções por e-mail


Política de privacidade
'

Fale com um consultor