Por que escolher a Austrália como destino do seu intercâmbio?

Tags: australia

20/01/2016

Não há como negar: a Austrália é um país cativante. O povo australiano trabalha muito, mas não se engane: eles não vivem estressados trancados no escritório. Australianos levam a vida no “outdoor lifestyle”: exercícios ao ar livre, casamentos na praia, churrasco e muito piquenique nos parques. Alguns bairros são ligados por parques, você pode andar dia e noite na maior paz e segurança, a pé ou de bike, é a vida dos sonhos com um clima maravilhoso. Afinal este é o país onde a natureza e o desenvolvimento vivem em perfeita harmonia!
 
    
 

Na terra do Canguru você pode, de forma legal, estudar e trabalhar ao mesmo tempo, aprendendo ou aperfeiçoando seu inglês e adquirindo uma experiência profissional no exterior. Poucos são os países que permitem isto, e esta modalidade acaba influenciando muitas vezes na escolha do destino, pois um intercâmbio pode exigir um alto investimento, digo alto para alguns, dependendo da sua condição financeira.

Poder trabalhar no destino que está fazendo o intercambio é uma boa opção para praticar o idioma no ambiente de trabalho e adquirir experiência, bem como, uma maneira de ganhar dinheiro para recuperar o seu investimento ou quem sabe, para aplicar em mais viagens dentro do país ou nos países próximos. A Austrália é destino certo para quem deseja, além de aprender inglês, também ter uma experiência cultural única com muitas atividades nas magníficas cidades de Sidney, Brisbane, Melbourne, Perth e a fantástica Gold Coast, entre outras, bem como na Nova Zelândia e diversas ilhas do pacífico, que ficam bem próximas e oferecem estruturas turísticas fantásticas.

A Austrália possui um dos maiores salários mínimos do mundo, é também um dos países que lideram o ranking mundial do desenvolvimento. A qualidade de vida australiana é fantástica, segurança e educação com uma vista incrível a cada passo que você dá. Desde 2008, a Austrália permite que estudantes, ganhem permissão para trabalhar, bem como, que possam levar junto seus esposos ou esposas, os quais podem entrar no país com visto de acompanhante e podem trabalhar legalmente sem necessidade de estudar. Obviamente se não tiverem um bom nível de inglês, poderão estudar, até porque, para poder trabalhar é muito importante falar o idioma do país.

Para solicitar o visto é necessário passaporte válido, formulário 157A, taxa de visto, exames médicos, extratos bancários, comprovante escolar e os três últimos contra cheques ou outros comprovantes de renda. O tempo médio para o processamento do visto é de 25 dias úteis, mas sugere-se estar com os documentos prontos no mínimo uns 60 dias antes da viagem, até porque é necessário que o curso esteja inteiramente pago antes de solicitar o visto. O visto de estudante deve ser solicitado por pessoas que desejam estudar a partir de 14 semanas no país e a instituição precisa ter autorização para receber estudantes estrangeiros. Cursos de menos de três meses também exigem solicitar visto de turista, o qual é bem mais simples e bem mais rápido, mas não permitem trabalhar legalmente. 

O visto de residente permanente é o desejo da maior parte dos estudantes que vão estudar lá, com ele você passa a ter quase todos os direitos de um cidadão australiano. E o melhor: com o visto permanente você pode trabalhar sem limitações. Enquanto não consegue o visto de residência ou trabalho, o melhor mesmo é trabalhar com visto de estudante, com este visto,  você poderá pagar seu custo de vida e até economizar dinheiro para pagar seu próximo curso. 

Normalmente os estudantes podem trabalhar durante 20 horas semanais durante período de aula e horário integral durante as férias. Se vier a completar um curso universitário no país o estudante que desejar prolongar seu intercâmbio, ainda pode ganhar um visto de trabalho adicional após formatura. Para bacharelado, mais 2 anos, mestrados, 3 anos e doutorados, podem valer mais 4 anos de visto de trabalho.

Imigrar para Austrália é possível. A imigração é baseada principalmente em um critério: a qualificação. Ou seja, profissionais bem qualificados possuem mais chances de obter o visto, profissionais graduados em áreas de carências de profissionais, mais chances ainda. O nível de Inglês também é muito importante e conta muitos pontos na hora da avaliação do seu perfil. 

Importante mencionar que, Não basta ser graduado no Brasil para poder trabalhar na sua área na Austrália. Qualquer tipo de trabalho exige uma qualificação ou um curso, até mesmo para trabalhar de garçom ou pedreiro é necessário fazer curso. Com isso, esteja preparado para aprender inglês e posteriormente fazer algum curso adicional para validar o seu diploma na Austrália.

O país é referência em educação, além dos cursos de idioma, a Austrália oferece diversos cursos técnicos, Bacharelados, e MBAs.  Estudar em solo australiano é sem dúvida alguma mais um diferencial relevante, o processo de imigração é construído gradativamente, nunca é cedo para começar a se qualificar.

Vantagens de escolher a Austrália:

- As temperaturas da Austrália são semelhantes às do Brasil e mais amenas que as do hemisfério norte;
- A Austrália esta entre os países com melhor qualidade de vida do mundo;
- Estudar em um país repleto de natureza e lugares paradisíacos,

Você procura ensino de excelência, experiência profissional e ótimas opções de lazer e cultura?  Austrália é seu destino.

Por Mirela Moura e Johnny Schmidt