Dicas de segurança com as malas

24/07/2015

Uma lembrancinha legal, uma roupa que você adora, aquele perfume que você não vive sem, o álbum de fotos da família para acalmar o coração quando a saudade bater. É, não adianta, muito mais do que objetos, colocamos a nossa vida dentro das malas.

E assim que a gente fecha elas, desejamos: que as malas cheguem ao destino final. Que elas não sejam extraviadas, muito menos roubadas. Não adianta, esse é um medo comum que todo o viajante sente. 

É impossível saber se tudo correrá do jeito que queremos, mas podemos tomar algumas providencias e cuidados com a nossa bagagem. A primeira coisa é utilizar aquelas tags – com seus dados de identificação e telefone de contato. Isso é muito importante em casos de extravios. Colocar fitas coloridas também é bom. Vai te ajudar a identificar a mala no meio das outras e evitar que outras pessoas peguem ela por engano.

O cadeado é indispensável; e além deles, podemos usar lacres também. Existem uns lacres específicos para as malas como os Sealbags. Mais do que proteger a sua bagagem, o uso destes lacres ajuda a indicar se a sua mala foi aberta – seja pela imigração ou por outra pessoa.

Mas porque a imigração vai abrir a mala?

Para verificar o que você está carregando lá dentro. Esse é um procedimento normal. Algumas bagagens são escolhidas para a vistoria. Nesses casos a Imigração irá arrebentar o lacre e se você estiver usando um cadeado normal, irá arrebentar o cadeado também. Aqui você corre o risco da sua mala seguir viagem sem proteção. Por isso, vale a pena investir nos cadeados recomendados pela TSA. Esses cadeados abrem com uma chave mestra, que o pessoal da imigração tem, e isso evita danos na sua bagagem.

E o que eu devo levar na bagagem de mão?

Muita gente já sabe, mas vale a pena repetir: todos os objetos de valor devem ser levados na bagagem de mão, junto com você! Nem pense em colocar notebook, dinheiro, ou objetos de grande importância na bagagem que é despachada. Como eu disse lá em cima, não tem como ter 100% de certeza de que ela chegará junto com você no destino final.

Existem países que exigem uma quantia em dinheiro, como a Irlanda por exemplo. Quando chegar no país você tem que depositar uma quantia para garantir seu visto. Para esses casos eu recomendo levar o dinheiro no VTM. É mil vezes mais seguro.

Claro que se deve levar uma quantia em espécie, para algum caso de emergência. Nesse caso, indicamos aquelas bolsas de carregar junto ao corpo. Todo o cuidado é necessário. E não vá dar bobeira, gente que age de má fé existe no mundo todo. Por isso cuide da sua bagagem e aproveite a viagem.

 

Por Mégui Morais