10 lugares para viver

Tags: dicas

10/08/2015

Qualidade de vida, estabilidade, educação e saúde. Esses são alguns dos motivos que fazem com que milhares de pessoas partam em busca de um novo país, um novo lugar para viver. A dúvida, porém, é sempre a mesma: qual país? E pensando nisso, a ONU publicou uma lista com os 50 melhores lugares para viver, levando em consideração o seu Índice de Desenvolvimento Humano.

Quer saber da boa notícia? Os destinos oferecidos pela Estudar no Exterior fazem parte dessa lista super seleta. Separamos as dez melhores colocações:

Austrália: Destino escolhido por milhares de brasileiros, as praias de águas cristalinas são um verdadeiro colírio para os olhos. Mas não são apenas os pontos turísticas que chamam a atenção; a Austrália, que é o 2º melhor lugar para viver, se destaca também na qualidade de ensino oferecida a sua população. O país tem sete universidades entre as 100 principais do mundo!

Estados Unidos: O sonho americano ainda faz a cabeça de muita gente. Com uma infraestrutura bem desenvolvida e uma forte liderança econômica, política e cultural o país justifica a 5ª posição ocupada neste ranking.

Alemanha: Organizada, limpa e segura a Alemanha mantem suas tradições sem deixar a modernidade de lado. Além de ser uma grande potência, com a quarta maior economia do mundo, é reconhecida como líder científico e tecnológico. É também considerada o 6º melhor país para viver.

Nova Zelândia: Destino cada vez mais procurado por turistas e intercambistas, a Nova Zelândia abocanhou a 7ª posição e se destaca em qualidade de vida, educação pública e liberdade econômica. Suas cidades também estão entre as mais habitáveis do mundo.

Canadá: Famoso por invernos rigorosos o Canadá também é destino de muitos turistas. O país, que tem como chefe de estado a Rainha Elisabeth II, se destaca por sua economia diversificada. Além de ter ser eleito o 8ª melhor país, o Canadá é um país bilíngue e multicultural, com o inglês e o francês como línguas oficiais.

Irlanda: E é lógico que a Irlanda não ficou de fora dessa lista. Com uma economia cada vez mais fortalecida e se superando cada vez mais da crise europeia o Tigre Celta ficou em 11º lugar.

Reino Unido: Escócia ou Inglaterra? Seja qual for o seu destino saiba que o Reino Unido ocupou a 14ª colocação no ranking da ONU.  Com a sexta maior economia do mundo, ele foi o primeiro país industrializado do mundo e a principal potência mundial durante o século XIX e o começo do século XX.

França: Considerada o 20º melhor país, a França possui a quinta maior economia do mundo e a segunda maior de toda a Europa. O país oferece um alto padrão de vida e um elevado nível de escolaridade pública. Em 2011 foi classificada, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o melhor provedor de saúde pública do mundo.

Itália: Muito mais que massas, história e moda; a Itália também é o 26º melhor país para se viver. Sua capital, Roma, é uma das mais belas cidades antigas do mundo. Veneza também não fica de fora: segundo o New York Times, ela é "sem dúvida a mais bela cidade construída pelo homem".

Espanha: Logo atrás da Itália, está a Espanha na 27ª colocação. Durante as últimas quatro décadas, a indústria turística espanhola cresceu e se tornou a segunda maior do mundo. O clima, a história, os monumentos culturais e sua posição geográfica, atraem milhares de turistas e intercambistas.

Já visitei alguns destes lugares e posso só dizer que quem já morou fora do Brasil consegue entender a diferença que existe entre esses países e o nosso. Para fins de conhecimento, o Brasil ficou lá atrás, na 79ª colocação.

 

Por Mégui Moraes